domingo 25 de julho de 2021
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / ACM Neto lamenta nomeação de João Roma para ministério
sexta-feira 12 de fevereiro de 2021 às 20:21h

ACM Neto lamenta nomeação de João Roma para ministério

NOTÍCIAS


Em nota encaminhada à imprensa e também publicada em suas redes sociais, o presidente do DEM, ACM Neto, afirmou considerar “lamentável” que o deputado João Roma (Republicanos-BA) tenha topado chefiar o Ministério da Cidadania e diz que “se manter distante do governo federal é o caminho certo”.

“Considero lamentável a aceitação, pelo deputado João Roma, do convite do Palácio do Planalto para assumir o Ministério da Cidadania. A decisão me surpreende porque desconsidera a relação política e a amizade pessoal que construímos ao longo de toda a vida”, disse Neto em nota.

O ex-prefeito de Salvador ainda critica o Palácio do Planalto. Na tentativa de evitar a nomeação de Roma, o dirigente do DEM avisou ao presidente Jair Bolsonaro que preferia que o aliado não fosse nomeado.

“Se a intenção do Palácio do Planalto é me intimidar, limitar a expressão das minhas opiniões ou reduzir as minhas críticas, serviu antes para reforçar a minha certeza de que me manter distante do governo federal é o caminho certo a ser trilhado, pelo bem do Brasil”, conclui Neto. ​​​

Nesta sexta (12), o ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), atacou Neto conforme a Folha de S. Paulo. Em mensagem nas redes sociais, o deputado do DEM afirmou que “ACM Neto mostrou seu caráter”, em uma tentativa de ligar o presidente do partido ao governo Bolsonaro.

Neto e Maia estão em crise desde a eleição para a Câmara dos Deputados, quando o DEM deixou de apoiar Baleia Rossi (MDB-SP), candidato apoiado pelo ex-presidente da Casa e advsersário de Arthur Lira (PP-AL), aliado do Palácio do Planalto. O deputado do DEM considerou a atitude do ex-prefeito de Salvador uma traição e afirmou que sairá do partido.

Veja também

O retiro de Luis Miranda, depois das revelações na CPI

Depois de todo o tiroteio gerado pelas denúncias de corrupção no ministério da Saúde, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!