domingo 25 de julho de 2021
Foto: Mateus Pereira/GOVBA
Home / NOTÍCIAS / APLB mantém decisão de professores não retomarem atividades da rede pública
sexta-feira 16 de julho de 2021 às 15:20h

APLB mantém decisão de professores não retomarem atividades da rede pública

NOTÍCIAS


Na manhã desta sexta-feira (16), o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB) reuniu a categoria em reunião ampliada e deliberou sobre o não retorno às aulas presenciais no próximo dia 26, conforme determinado pelo governador do estado. Na votação 95.6% dos trabalhadores em Educação decidiram pelo retorno apenas após a imunização completa da categoria. A pesquisa realizada pela entidade ouviu, até esta sexta (16), quase 17 mil profissionais em Educação.

Participou também da Reunião Ampliada, como convidada, a Drª Gisélia Souza, doutora em Saúde Pública pela UFBA e integrante do Comitê Baiano Vacina no SUS Já. Gisélia destacou que uma flexibilização num momento de risco no qual estamos vivendo traz consequências muito sérias. Também pontuou o atraso e lentidão no processo de vacinação. “Como a vacinação está muito lenta, a circulação do vírus pode favorecer uma mutação muito rápida. Já temos no Brasil detectada a variante Delta. A velocidade de transmissibilidade da Delta chega a ser de 60% mais rápida que a Gama ou outras variantes. É preciso acelerar o processo de vacinação e não flexibilizar tanto. O retorno das aulas presenciais pode trazer sérios riscos para a população. Acho imprudente e incentivo o diálogo”, alertou.

Estiveram presentes na reunião em apoio à luta da APLB diretores regionais e representantes da CTB, UNEB, APUB e do movimento estudantil.

A Reunião Ampliada foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da entidade e reuniu mais de 6 mil participantes.

Veja também

PSL faz pesquisa para saber como Datena larga na corrida presidencial

O PSL encomendou uma pesquisa para ver o desempenho do apresentador da Band, José Luiz …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!