segunda-feira 26 de julho de 2021
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) / Foto: Pedro França/Agência Senado/Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Após prisão de Dias, Pacheco diz que atos da CPI da Covid podem ser anulados
quinta-feira 8 de julho de 2021 às 06:32h

Após prisão de Dias, Pacheco diz que atos da CPI da Covid podem ser anulados

NOTÍCIAS


Após a prisão do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Dias pela CPI da Covid nesta última quarta-feira (7), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, foi pressionado por senadores governistas a revogar a medida, registra O Globo.

Pacheco disse que os atos do colegiado podem ser anulados porque, quando se iniciam os trabalhos do plenário, as sessões das comissões devem ser suspensas. No entanto, ele ainda não tomou uma decisão.

Os governistas alegam que a prisão de Dias foi determinada por Omar Aziz durante a sessão de hoje da CPI da Covid quando os trabalhos do plenário já haviam começado.

“Foi efetuada uma prisão arbitraria e ilegal, a polícia do Senado conduziu o depoente e nós precisamos de uma determinação da presidência para que isso não aconteça”, afirmou Ciro Nogueira, um dos membros da “tropa de choque” bolsonarista na comissão.

O presidente do Senado disse que a responsabilidade por encerrar os trabalhos da CPI é de Aziz, que preside o colegiado. Mas afirmou também que a presidência do Senado precisa ser “provocada” por quem defenda a nulidade da prisão.

Veja também

O retiro de Luis Miranda, depois das revelações na CPI

Depois de todo o tiroteio gerado pelas denúncias de corrupção no ministério da Saúde, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!