quarta-feira 16 de junho de 2021
Foto: Assessoria do Vereador
Home / NOTÍCIAS / Audiência na Câmara de Salvador debate criação do Refúgio de Vida Silvestre Vale Encantado
domingo 9 de maio de 2021 às 13:49h

Audiência na Câmara de Salvador debate criação do Refúgio de Vida Silvestre Vale Encantado

NOTÍCIAS


Em uma audiência bastante participativa, a Ouvidoria da Câmara Municipal de Salvador (CMS) debateu a criação do Refúgio de Vida Silvestre Vale Encantado, localizado em Patamares. De acordo com o ouvidor-geral da CMS, vereador Augusto Vasconcelos (PCdoB), será produzido um relatório para encaminhamento ao poder público.

“Desde o início do ano, foram feitas reuniões com organizações da sociedade, a exemplo do SOS Vale Encantado e do Imaterra, que entregaram documentos subsidiando a reivindicação para a criação do Refúgio de Vida Silvestre do Vale Encantado”, explica Augusto Vasconcelos.

Na oportunidade, foram ouvidas representações da sociedade civil organizada, do Ministério Público, ambientalistas, representantes da Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura (Sedur) e também pesquisadores e cientistas.

O ouvidor destaca que o debate teve uma riqueza muito grande de informações e abordou as principais consequências da degradação ambiental em Salvador. “A nossa capital, entre as 16 maiores do país, está apenas na 14ª colocação no ranking de preservação da Mata Atlântica, o que traz consequências, inclusive, relacionadas aos índices pluviométricos, alagamentos, enchentes e deslizamentos, além de consequências também em relação ao abastecimento hídrico”, pontuou.

“A ocupação desordenada do solo urbano tem trazido um adensamento populacional, potencializando, inclusive, os problemas decorrentes das mudanças climáticas”, completa Vasconcelos.

Área cobiçada

Durante o debate, falou-se sobre uma importante área da cidade que tem sido cobiçada por grandes grupos econômicos, com interesses imobiliários. A intenção é cortar o território com uma via para passagem de veículos, o que é completamente condenável do ponto de vista técnico e científico.

“Todos que estiveram na audiência repudiaram essas iniciativas e nós vamos seguir lutando para assegurar que o refúgio possa ser criado. O prefeito anterior prometeu que iria sair do papel, no entanto o decreto até hoje não foi publicado”, acrescenta Augusto.

Veja também

Procon-BA inicia fiscalização de lojas de fogos de artifício em Salvador e Lauro de Freitas

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor da Bahia (Procon-BA) iniciou nesta quarta-feira (16) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!