quinta-feira 9 de julho de 2020
Foto: Ascom/TCM
Home / CURSO / TREINAMENTO / Auditores do TCM/BA passam por curso de aperfeiçoamento
segunda-feira 27 de janeiro de 2020 às 17:52h

Auditores do TCM/BA passam por curso de aperfeiçoamento

CURSO / TREINAMENTO, NOTÍCIAS


Os auditores do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia participam de um curso de aperfeiçoamento ministrado pelo professor Antônio França da Costa – auditor federal de controle externo do Tribunal de Contas da União.

O curso foi dividido em dois módulos, e o primeiro, que começou nesta segunda-feira (27), terá como tema o aperfeiçoamento em auditoria e a importância, para isso, do processo de planejamento do trabalho. As palestras e discussões sobre a questão vai se estender até o dia 31 de janeiro.

O segundo módulo, que será ministrado entre os dias 10 e 14 de fevereiro, vai tratar da execução, elaboração de relatório e monitoramento dos resultados.

A iniciativa do curso é da Escola de Contas do TCM, com a colaboração do Instituto Serzedelo Corrêa, do TCU. O professor França da Costa, que vai ministrar as aulas e coordenar os debates, tem um longo currículo que os distingue no saber sobre Direito Administrativo e Direito Público. Entre outros títulos, ele é mestre em Direito Público pela Faculdade de Direito da Ufba; especialista em Direito Público pelo Complexo Jurídico Damásio de Jesus; e professor de Direito Administrativo e de Direito Empresarial.

Veja os temas que serão discutidos nos dois módulos do curso:

Módulo I

  • O que é auditoria e como funciona

  • Distinção entre auditoria operacional e auditoria de conformidade

  • Auditoria e outros instrumentos de controle

  • Quais as características de um objeto de auditoria

  • O critério enquanto elemento essencial para análise do objeto

  • Riscos da auditoria: como delimitar os riscos da auditoria e aumentar as chances de sucesso do trabalho

  • Objetivo e escopo da auditoria

  • Nível de asseguração em auditoria

  • Construção da visão geral do objeto: conhecer para fiscalizar

  • Técnicas de diagnósticos

  • Delimitação dos riscos do objeto: quais os riscos que envolvem o objeto a ser fiscalizado

  • Controle interno em nível de entidade e controle interno em nível de atividades: em qual nível de governança, gestão e controle o objeto a ser fiscalizado está inserido

  • Inventário e classificação de riscos: como priorizar as áreas que serão fiscalizadas

  • Questões de auditoria: quais questões serão formuladas e serão respondidas pela equipe de auditoria

  • Matriz de planejamento: definição das evidências a serem coletadas e das técnicas que serão utilizadas.

  • Amostragem em auditoria e extrapolação de resultados

  • Técnicas de evidenciação

  • Confecção de papéis de trabalho para coleta de evidências

  • Plano de auditoria e o encerramento da fase de planejamento

    Módulo II

  • O que marca o início e o fim de uma execução

  • Quais as características de uma boa evidência

  • Estilo de liderança e o trabalho em equipe

  • Responsabilidade do auditor na coleta de evidências

  • Relação entre auditor e auditado na busca de evidências

  • Postura profissional

  • Reuniões de abertura e de encerramento

  • Princípios éticos a serem observados durante o trabalho de auditoria

  • Confecção das análises em separado

  • A importância dos papéis de trabalho: elemento probatório

  • O achado de auditoria: componentes e características essências

  • Principais consequências em decorrências dos achados de auditoria

  • Sistematização dos resultados: matriz de achados, esquematização das principais irregularidades identificadas

  • Sistematização dos resultados: matriz de responsabilização, identificação dos responsáveis pelas irregularidades

  • Objetivos de um relatório de auditoria

  • Destinatários do relatório de auditoria

  • Dicas para escrever bons relatórios

  • Estrutura básica de um relatório de auditoria

  • Relatório: planejamento dos títulos, introdução, resumo, conclusão, e capa.

  • Relatório: desenvolvimento da estrutura dos capítulos.

  • Formulação de propostas de encaminhamento

  • Credibilidade dos relatórios de auditoria

  • O monitoramento do cumprimento das deliberações e a avaliação do impacto esperado

  • Primeiro monitoramento: avaliação do plano de ação e definição do ciclo de monitoramento

  • Demais monitoramentos e avaliação do cumprimentos das deliberações e dos benefícios do controle

Veja também

Centrão cresce em janela partidária e esquerda perde prefeitos antes da eleição

Conforme publicou a coluna Poder do jornal Folha de SP na noite desta última quarta-feira …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!