domingo 1 de agosto de 2021
Home / DESTAQUE / Bolsonaro só pediu lealdade e avaliará filiação, diz presidente do Patriota
quarta-feira 2 de junho de 2021 às 13:29h

Bolsonaro só pediu lealdade e avaliará filiação, diz presidente do Patriota

DESTAQUE, NOTÍCIAS


O presidente nacional do Patriota, Adilson Barroso, afirmou em entrevista ao ‘Opinião no Ar’, da RedeTV!, que o presidente Jair Bolsonaro não fez nenhuma exigência para se filiar ao partido. Segundo Barroso, a resposta de Bolsonaro “está previsto para 10 a 15 dias”.

“O presidente não pediu nada, além da lealdade que ele sabe que a gente vai ter com ele”, afirmou Adilson Barros.

“Não tem negociata, por isso que é bom. Ele vem para um partido que ele confia, deu o nome e tem 70 a 80% do estatuto que ele fez. O presidente vem sem reivindicar nada. Tem algo que eu sei que ele vai reivindicar. Ele vai reivindicar o controle de quem vem para o partido usar o nome dele. Ele não quer que entre aqui aqueles lobos com pele de cordeiro”, continuou o presidente do Patriota.

Adilson Barroso esteve ontem com Jair Bolsonaro e afirmou durante a entrevista que fez o convite formal para filiação ao Patriota do presidente da República. O mandatário da legenda disse que Bolsonaro irá conversar com seus correligionários e deve dar uma resposta definitiva nas próximas duas semanas.

“Tive com o presidente e minha conversa foi convidá-lo para vir ao Patriota. Fiz o convite e falei para ele. Meu discurso foi igual coice de porco: ‘Presidente, tá tudo dentro dos conformes e estou lhe convidando para ser um patriota. Se quiser, pode vir. Tô pronto para te filiar’. O presidente disse que ia sentar com os parceiros e decidir para dar a resposta. Tá previsto para 10 a 15 dias”, contou.

O presidente Bolsonaro afirmou ontem, durante conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, em Brasília, que sua filiação ao Patriota está “quase certa”.

“Está quase certo, estamos negociando. É como um casamento, né? Tem que ser programado, planejado. Se não dá problema.”, afirmou Bolsonaro, ao ser questionado por um dos apoiadores se “todo mundo agora é Patriota”.

Na mesma conversa, Bolsonaro ainda insinuou que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, deve concorrer no pleito de 2022 ao cargo de governador de São Paulo.

“Tarcisão, se bobear, vai para São Paulo. Vai acabar com a festa de sempre em São Paulo…”, disse o presidente.

O presidente nacional do Patriota, Adilson Barroso, afirmou em entrevista ao ‘Opinião no Ar’, da RedeTV!, que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não fez nenhuma exigência para se filiar ao partido. Segundo Barroso, a resposta de Bolsonaro “está previsto para 10 a 15 dias”.

“O presidente não pediu nada, além da lealdade que ele sabe que a gente vai ter com ele”, afirmou Adilson Barros.

Veja também

Francesa é condenada por vender certificados de vacinação falsos

Uma funcionária da Previdência Social da França foi condenada a 18 meses de prisão, dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!