segunda-feira 1 de março de 2021
Ministra Tereza Cristina e ministra da Agricultura da Alemanha, Julia Klöckner, assinam acordo em Berlim - Foto: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Home / NEGÓCIOS / Brasil e Alemanha assinam acordo de cooperação no setor agrícola
terça-feira 21 de janeiro de 2020 às 17:38h

Brasil e Alemanha assinam acordo de cooperação no setor agrícola

NEGÓCIOS, NOTÍCIAS


Os governos do Brasil e da Alemanha firmaram um acordo de cooperação técnica em diversos setores da agricultura. O memorando de entendimento para Diálogo Agropolítico Alemão-Brasileiro, assinado pelas ministras da Agricultura, Pecuária e Abastecimento brasileira, Tereza Cristina, e a ministra alemã, Julia Klöckner, prevê intercâmbio de informações, visitas técnicas e publicação de material em conjunto.

O projeto vai envolver os setores de bioeconomia, gestão sustentável (solo e água), cadeias agroalimentares sustentáveis, financiamento rural, política agrícola e conectividade dos dois países. O acordo tem duração de três anos, podendo ser prorrogado.

“Esse acordo vai aproximar mais os dois países, trocaremos conhecimento e nós poderemos mostrar a tecnologia que desenvolvemos para criar a agricultura tropical brasileira”, comemorou a ministra Tereza Cristina. A assinatura ocorreu após a reunião do Fórum Global da Alimentação e da Agricultura (GFFA), em Berlim, com a participação de mais de 200 ministros e secretários de todo o mundo.

Durante o evento, Tereza Cristina reforçou que apenas 2,3% do território da Amazônia são usados para produção agrícola e 10,5% para pecuária, ou seja, mais de 85% do bioma estão preservados. Ela destacou que o Brasil vai difundir o modelo de sistema de plantio direto, que passou a ser bastante usado no país nas últimas décadas, por propiciar a produção com menor impacto no solo e maior rentabilidade ao produtor.

Veja também

Usar máscara no Palácio do Planalto causa constrangimento, diz coluna

Da recepção aos gabinetes, o não uso de máscaras para combater o espalhamento da Covid-19 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!