quinta-feira 6 de maio de 2021
Os novos paraquedistas passarão a ostentar, em seus uniformes, as “Asas de Prata”, o “boot marron” e a “boina bordô” - Foto: Marcos Corrêa/PR
Home / NOTÍCIAS / Brigada de Infantaria Paraquedista forma 749 militares
sábado 15 de agosto de 2020 às 17:41h

Brigada de Infantaria Paraquedista forma 749 militares

NOTÍCIAS


Neste sábado (15), o Presidente Jair Bolsonaro participou da solenidade de Brevetação dos novos Paraquedistas do Exército Brasileiro, no Rio de Janeiro. A Brigada de Infantaria Paraquedista formou 747 militares do Exército Brasileiro e dois militares da Força Aérea Brasileira. 

Os novos paraquedistas passarão a ostentar, em seus uniformes, as “Asas de Prata”, o “boot marron” e a “boina bordô”, símbolos que caracterizam a tropa paraquedista.

Neste número de formandos deste ano, inclui-se o Soldado Paraquedista Pedro Ferreira Chaves, falecido durante a execução do Estágio Básico Paraquedista. Durante a solenidade, a família do Soldado Chaves recebeu o brevê das mãos do Presidente da República. Em seguida, o Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o Comandante da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR) entregaram a brevetação aos soldados do Exército e da Aeronáutica.

Além da formatura dos novos paraquedistas, a cerimônia também contou com desfile em continência ao Presidente Jair Bolsonaro e demonstrações de salto livre.

A Formação 

A Formação Básica Soldado Paraquedista é composta pelo Treinamento Individual Básico de Combate (TIBC) e pelo Estágio Básico Paraquedista.

O TIBC é composto por instruções de técnicas especiais cujo objetivo é tornar o militar apto a combater em ambiente hostil, isoladamente ou em grupo, provendo a sua subsistência sob condições adversas.

O Estágio Básico Paraquedista é dividido em três fases. A primeira fase é realizada na unidade Paraquedista de origem e visa preparar fisicamente o combatente; a segunda fase desenvolve-se sob a coordenação da Formação Básica Paraquedista na Área de Estágios, onde, durante duas semanas, os militares aprendem as técnicas de salto. A terceira etapa é destinada à realização dos saltos de qualificação.  

Neste ano, os paraquedistas realizaram três saltos de aeronave militar em pleno voo, sendo pelo menos 1 noturno e 1 armado e equipado.

Veja também

Rodrigo Pacheco manda recado para Bolsonaro sobre encontro com Lula

Com a possibilidade de ter uma reunião com Lula nesta quinta-feira (6), o presidente do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!