sábado 8 de maio de 2021
Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Bruno diz que a melhor forma de fazer política é com gestão e entregando resultados
quarta-feira 28 de outubro de 2020 às 08:26h

Bruno diz que a melhor forma de fazer política é com gestão e entregando resultados

NOTÍCIAS, POLÍTICA


O candidato a prefeito da coligação ‘Salvador Não Pode Parar’, Bruno Reis (DEM), afirmou que a melhor forma de fazer política para a população é priorizar a administração pública, com responsabilidade fiscal para aprimorar os investimentos em áreas como a saúde e a educação, além da habitação, infraestrutura, mobilidade, esporte, lazer e cultura.

“A melhor forma de fazer política é com gestão, entregas e resultados. Sempre colocamos as questões administrativas à frente da política. Tomamos decisões responsáveis ouvindo um corpo qualificado de técnicos. E, assim construímos a melhor Prefeitura do Brasil, que tem transformado de verdade a vida da população de Salvador nesses últimos oito anos”, afirmou. Bruno participou de encontros com apoiadores e multiplicadores em diversas partes da cidade, nesta quarta-feira (27).

O candidato democrata destacou a importância da parceria entre a iniciativa pública e privada para reduzir as desigualdades em Salvador, por meio do estímulo à economia e da geração de emprego e renda. “Vou precisar do setor produtivo da nossa cidade, porque se entramos juntos nessa, vamos sair juntos, construindo uma Salvador cada vez melhor. Com apoio e incentivos fiscais, com investimentos que temos assegurados, identificando novos vetores de crescimento econômico, nós vamos seguir em frente”, assinalou.

Bruno projetou com otimismo o cenário futuro da capital baiana. “Vem aí o turismo de bem-estar e serviços, com a duplicação da operação de hospitais, com a nova centralidade econômica de Águas Claras, com o polo de logística de Valéria. Vamos investir em inovação e tecnologia. E vamos transformar Salvador numa cidade ainda mais criativa. O futuro é agora. Vocês me conhecem, sou um cara que ouço para tomar decisões acertadas. E continuarei assim, fiel à marca da minha trajetória de dialogar com todos”, assinalou.

Veja também

Pazuello recusa cargo no Planalto e avalia tirar AGU de sua defesa, diz jornal

Um dos principais alvos da CPI da Covid, o ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!