sábado 8 de maio de 2021
Home / POLÍTICA / Candidata trans a vereadora por Salvador relata casos de assédio durante a campanha
sexta-feira 6 de novembro de 2020 às 10:11h

Candidata trans a vereadora por Salvador relata casos de assédio durante a campanha

POLÍTICA


Os recentes casos de violência sexual na mídia parecem não ter intimidado os “eleitores” que enviaram mensagens com teor sexual para o whatsapp de campanha da candidata a vereadora por Salvador Ariane Senna. Em prints de conversas ocorridas na última semana, estão comentários sobre sua “raba” e propostas de “tomar uma água” na casa da candidata.

Ariane gravou um vídeo lendo e ouvindo áudios de alguns desses assediadores. Segundo a candidata, o assédio sexual persegue as mulheres trans a todo momento. “Como nós somos muitas vezes empurradas para a prostituição, os homens acham que nós só existimos se estivermos ligadas ao sexo. Eu sou importunada todos os dias com esses comentários e propostas, na rua, nas redes sociais, no meu telefone da campanha. Tem uns que nem falam nada, já mandam a foto do pênis”, diz.

Assista:

Além do assédio, a violência também ronda a vida das pessoas trans. Em junho deste ano, uma mulher trans morreu após ser baleada na avenida Octávio Mangabeira. Não há registro de prisões, nem informações sobre suspeitas do crime. A Bahia foi o terceiro estado com mais assassinatos de travestis e transexuais brasileiras em 2019, com 8 mortes registradas. Atrás apenas do Ceará com 11 e São Paulo com 21. Os números são da Associação Nacional de Travestis e Transexuais.

Veja também

Vereadores de Vitória da Conquista criam nova bancada

Nesta última quarta-feira (05), iniciou-se um novo “modus operandi” do parlamento Conquistense. Uma nova bancada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!