segunda-feira 14 de outubro de 2019
Foto: Agência ALBA
Home / NOTÍCIAS / Comissão de Agricultura da AL-BA vai debater culturas do coco, sisal e eucalipto
quarta-feira 9 de outubro de 2019 às 16:34h

Comissão de Agricultura da AL-BA vai debater culturas do coco, sisal e eucalipto

NOTÍCIAS


Com voto favorável do deputado estadual Zé Cocá (PP), a Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembléia Legislativa da Bahia (Alba), decidiu nesta terça-feira (8), realizar audiências públicas para debater os problemas do coco, sisal e eucalipto, culturas que envolvem milhares de agricultores na Bahia. A primeira audiência será a do sisal, solicitada pelo deputado Osni Cardoso (PT), e marcada para acontecer no dia 22 desse mês. De acordo com Zé Cocá, a cadeia produtiva do sisal é uma das mais relevantes no Estado, e precisa de investimentos e tecnologia.

Zé Cocá destaca que a Bahia é o maior produtor de sisal do Brasil, mas tem enfrentando graves problemas, como a seca, que afetam a produção, impedindo a geração de empregos e renda. “Precisamos lembrar que a região semiárida ocupa 65% do território baiano onde o sisal é cultura predominante, envolvendo direta e indiretamente mais de 600 mil pessoas em quase 60 municípios”, disse ele.

O deputado considerou muito importante a decisão de realizar a audiência pública visando discutir os problemas e pensar soluções para o fortalecimento e desenvolvimento da cultura do sisal. Zé Cocá lembra que por carência de tecnologia aproveita-se 4% da planta, e destaca que “precisamos criar condições para a agroindustrialização e utilização de 100% dos resíduos do sisal (como a mucilagem e o suco, que representa cerca de 75% do peso da planta), que podem ser utilizados na alimentação animal, indústria automotiva e moveleira, além da construção civil, produção de biomantas, xampus e bioinceticidas”.

Veja também

Detran entrega Retran de Ibotirama informatizada para ampliar atendimento na região

Os condutores e proprietários de carros e motos de Ibotirama e municípios vizinhos, no Vale …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!