sexta-feira 5 de março de 2021
Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil envia ao Amazonas equipamento de alta tecnologia
terça-feira 26 de janeiro de 2021 às 05:13h

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil envia ao Amazonas equipamento de alta tecnologia

NOTÍCIAS


O mutirão para reduzir as dificuldades enfrentadas pelo Amazonas, por descontrole da Covid-19, já pode incluir a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), ao doar 38 cilindros de oxigênio, com 10 litros cada.

Os equipamentos vão atender pacientes internados em hospitais públicos de Manaus e cidades amazonenses, em colapso, apesar de ter o Ministério da Saúde recebido solicitações de apoio ainda antes da virada do ano.

– Esses equipamentos serão muito bem-vindos nesse momento extremamente crítico, registrou Muni Lourenço, vice-presidente da CNA e presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (Faea).

Alta tecnologia

A CNA, da qual faz parte a Federação de Agricultura e Pecuária da Bahia (Faeb), enviou um material de alta tecnologia, por não necessitar de recarga de oxigênio, já que converte o ar ambiente.

Como ele funciona?

O concentrador de oxigênio funciona, basicamente, começando pela entrada do ar do ambiente no aparelho que, então, passa por um filtro de partículas, bactérias e vírus. Depois disso, ele percorre um compressor rotativo movido a energia elétrica e, em seguida, passa por um Filtro de Zeolite, responsável por absorver o nitrogênio do ar ambiente. Em seguida, o oxigênio vai para um reservatório e, depois, para um fluxômetro, onde é possível controlar a quantidade que será fornecida ao paciente.

A quantidade de oxigênio a ser ajustada no fluxômetro do concentrador varia de acordo com a prescrição médica. Para saber tal quantidade, é feito um teste classificado como gasometria arterial, ou o médico mede a saturação de oxigênio com um dispositivo chamado oxímetro de pulso.

Segundo o A Tarde, o Comando Militar da Amazônia está organizando o transporte aéreo dos equipamentos de Belo Horizonte para o galpão logístico do Ministério da Saúde em Guarulhos, São Paulo, e em seguida, enfim, para Manaus.

Esta semana o oxigênio acabou nos municípios de Itacoatiara e Coari, levando diversos pacientes a óbito, como ameaça acontecer em outras capitais brasileiras, não por falta de aviso.

Veja também

Comissionado não pode chefiar auditorias nos tribunais de contas, diz AGU

Advocacia-Geral da União se manifestou hoje pela inconstitucionalidade da atuação de comissionados em atividades de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!