sexta-feira 7 de maio de 2021
Foto: Secom / PMS
Home / POLÍTICA / Conheça os 16 nomes especulados para ser vice na chapa de Bruno Reis
quinta-feira 23 de janeiro de 2020 às 06:16h

Conheça os 16 nomes especulados para ser vice na chapa de Bruno Reis

POLÍTICA


A disputa pela vice na chapa de Bruno Reis (DEM) à prefeitura de Salvador promete aumentar nos próximos meses.

Conforme levantamento publicado pelo Bahia Notíccias, pelo menos 16 nomes já foram especulados para integrar a composição tanto da base de ACM Neto (DEM) quanto do grupo do governador Rui Costa (PT).

O Republicanos é o partido com mais nomes “indicados” para a vice de Bruno: os deputados federais João Roma e Marcio Marinho, os vereadores Luiz Carlos e Ireuda Silva e a ex-parlamentar Tia Eron. Além deles, a esposa de Roma, Roberta Roma.

De partidos ligados ao governador Rui Costa, os nomes especulados são: Eleusa Coronel (esposa do senador Angelo Coronel), Vovô do Ilê (PDT) e Irmão Lázaro (PL). No ninho tucano, tem Marcell Moraes e Tiago Correia. No PSC, há a vereadora Lorena Brandão.

No Democratas, dois nomes já foram cotados: o deputado Alan Sanches e o vereador Alexandre Aleluia. O último pretendia se filiar ao PSL – ex-partido do presidente Jair Bolsonaro – para integrar a chapa. A possibilidade, porém, perdeu força depois que Aleluia rompeu com a família Pimentel, que controla o partido na Bahia.

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, que pediu desfiliação do DEM a fim de migrar para o PDT, é considerado o favorito. Prates, Bruno Reis e ACM Neto iniciaram juntos na política. Segundo aliados, a “chapa do coração” de Neto é Bruno e Prates.

Outro nome apontado com força é o do presidente da Câmara de Vereadores, Geraldo Júnior (SD), que declarou recentemente que define até março se pretende compor a chapa. Nos bastidores, os correligionários acreditam que Geraldo será candidato a reeleição para tentar se manter na chefia do Legislativo.

Veja também

Rodrigo Maia vai para o PSD e irá controlar a legenda no Rio de Janeiro

Rodrigo Maia decidiu seu destino partidário. Irá mesmo para o PSD, acompanhando Eduardo Paes. Segundo a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!