segunda-feira 12 de abril de 2021
Foto: Secom/PMS
Home / NOTÍCIAS / Covid-19: Vigilância Sanitária fiscaliza mais de 150 estabelecimentos no primeiro final de semana de lockdown em Salvador
segunda-feira 1 de março de 2021 às 10:26h

Covid-19: Vigilância Sanitária fiscaliza mais de 150 estabelecimentos no primeiro final de semana de lockdown em Salvador

NOTÍCIAS


O órgão emitiu 36 notificações e realizou 13 interdições, além de duas apreensões

No primeiro final de semana de lockdown, que restringiu o comércio não essencial, dentre outras atividades em Salvador, a Vigilância Sanitária garantiu a fiscalização para cumprimento das medidas sanitárias contra a COVID-19 em mais de 150 estabelecimentos.

Entre sábado (27) e domingo (28), o foco das equipes da VISA foram os bairros com maior número de casos da doença e com histórico de aglomeração e desrespeito as medidas. Os alvos da estratégia foram as padarias, mercados, pet shops, clínicas de emergência, dentre outros, localizados nos bairros da Pituba, Caminho de Areia, Ribeira, Brotas, Vila Laura, Boca do Rio e no Subúrbio Ferroviário.

Ao todo, a operação notificou 36 locais, realizou 12 interdições parciais em drogarias e funerária, além de duas apreensões em padarias e lanchonetes. Mesmo com a determinação da proibição da venda de bebidas alcoólicas, os agentes flagraram, pelo menos, duas situações em que houve o desrespeito da medida na capital durante o final de semana.

Para Raoni Rodrigues, subcoordenador da VISA, a ação de intensificação auxiliou no processo de coibir práticas ilegais nesse momento de crise sanitária acentuada no município. “Os serviços essenciais tem por obrigação mostrar exemplo em cumprir os itens, como álcool gel, barreiras sanitárias, entre outras orientações que são determinadas, já que sempre haverá circulação de pessoas naqueles espaços impactando diretamente na disseminação do vírus. Um estabelecimento que se preocupa em ofertar qualidade sanitária para o cliente, contribui para reduzir a curva de infecção na cidade”, disse.

Em caso de descumprimento das medidas, os estabelecimentos são notificados para as adequações em prazo estipulado. Qualquer irregularidade constatada pelo cidadão, a Ouvidoria da Prefeitura através do 156 está à disposição para realização de denúncias.

Veja também

Jaques Wagner diz que ‘momento é inadequado’ para CPI da Covid

O senador Jaques Wagner (PT) não assinou a lista de apoio à criação da CPI …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!