segunda-feira 26 de julho de 2021
Foto: Reprodução/TV Senado
Home / NOTÍCIAS / CPI da Covid ouve representante que denunciou corrupção em compra de vacina
quinta-feira 1 de julho de 2021 às 11:25h

CPI da Covid ouve representante que denunciou corrupção em compra de vacina

NOTÍCIAS


A CPI da Covid recebe nesta quinta-feira (1º) Luiz Paulo Dominguetti Pereira, o suposto representante da empresa Davati Medical Supply que relatou à Folha um esquema de corrupção na compra de doses de vacinas da AstraZeneca.

Inicialmente, a comissão parlamentar de inquérito planejava ouvir o sócio-administrador da Precisa Medicamentos, Francisco Maximiano, para tratar da intermediação no processo de compra de 20 milhões de doses da vacina indiana Covaxin.

Para qualificar o debate e explicar que a CPI vai muito além de procurar culpados, mas pode ajudar a encontrar soluções para as questões que ainda não foram resolvidas, sugerimos os seguintes especialistas:

Do ponto de vista político e para entender os próximos passos da Comissão Parlamentar de Inquérito:

Magno Karl: diretor executivo do Livres e cientista político. É bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, mestre em Políticas Públicas pela Willy Brandt School of Public Policy e doutorando em Ciência Política na mesma instituição. É PhD fellow da Fundação Naumann Pela Liberdade e seus artigos já apareceram em publicações nacionais e estrangeiras, como o The Wall Street Journal, The Daily Telegraph. Forbes, Newsweek, Estadão e O Globo.

Sob o ponto de vista jurídico:

Ricardo Prado: mestre em Direito Processual Penal e professor convidado de Direito Penal no curso de pós-graduação da Escola Superior do Ministério Público e Presidente do MPD – Movimento do Ministério Público Democrático, associação nacional de membros do MP voltada para a defesa da Democracia, Estado de Direito e Direitos Humanos. Trabalhou no Ministério Público de São Paulo por 35 anos, onde foi promotor de Justiça, atuou na Promotoria do Júri, Corregedoria da Polícia, Gaeco, Criminal, entre outras. Promovido a procurador de Justiça atuou nas áreas criminal e de Habeas Corpus.

Veja também

O retiro de Luis Miranda, depois das revelações na CPI

Depois de todo o tiroteio gerado pelas denúncias de corrupção no ministério da Saúde, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!