quinta-feira 25 de fevereiro de 2021
Foto: Reprodução / Portal Poções
Home / POLÍTICA / CPI investiga presidente da Câmara de Poções por superfaturamento e enriquecimento ilícito
quarta-feira 12 de fevereiro de 2020 às 11:31h

CPI investiga presidente da Câmara de Poções por superfaturamento e enriquecimento ilícito

POLÍTICA, SUDOESTE BAIANO


Na segunda-feira (10), a Câmara Municipal de Vereadores de Poções aprovou a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o presidente da Casa, Davi Soares do Nascimento (PDT), por suposto superfaturamento em contratos e suposto enriquecimento ilícito.

De acordo com o site Portal Poções, vereadores afirmaram que o presidente contratou empresas que oferecem diversos serviços como, assessoria jurídica, venda de alimentos e locação de veículo e teria comprado uma TV de 75 polegadas pelo dobro do seu valor real, fato que chamou ainda mais a atenção da população.

Ainda de acordo com jornalista Adelson Meira, todas as notas apresentadas ao Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) somam mais de R$ 250 mil e apresentam indícios de superfaturamento. Os contratos foram celebrados no período de recesso da câmara, denunciou o vereador Eduardo Barbosa (PSB).

De acordo com a maioria dos vereadores, Davi Soares deve ser afastado do cargo para não prejudicar as investigações. Eles afirmaram ainda que os contratos não serão pagos até que o processo seja finalizado. A denúncia foi encaminhada ao Ministério Público e à Polícia Federal.

Veja também

Deputada Talita Oliveira critica educação na Bahia após União revelar que estado foi um dos mais beneficiados com recursos

Contrária ao toque de recolher anunciado pelo governador Rui Costa (PT), a deputada estadual Talita …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!