quinta-feira 24 de setembro de 2020
Home / NOTÍCIAS / Defensoria Pública dá boas-vindas aos estagiários de Direito
segunda-feira 25 de março de 2019 às 12:03h

Defensoria Pública dá boas-vindas aos estagiários de Direito

NOTÍCIAS


A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE/BA) deu as boas-vindas na última semana aos estagiários de Direito que estão ingressando na Instituição, através do curso de formação inicial realizado na Escola Superior da Defensoria Pública – ESDEP.

Durante o acolhimento foi apresentado aos estagiários um panorama geral da Instituição, a importância do estágio na graduação, um pouco do funcionamento da Defensoria, os métodos de trabalho, diretrizes e apresentação de algumas Especializadas.

A diretora da Escola Superior, Soraia Ramos Lima, comentou que o estagiário precisa conhecer a Instituição, saber o seu relevante papel dentro da Defensoria Pública como componente de uma Instituição tão importante, voltada para as pessoas mais vulneráveis.

“Precisam saber que estão aqui para atender de forma humanizada e conhecer todas as áreas de Defensoria. Para além da questão jurídica, é preciso conscientizar também como ser humano, porque atendemos um público vulnerabilizado, então são pessoas que precisam ser atendidas de forma diferenciada, com mais atenção. Aquele atendimento pode fazer uma diferença enorme na vida do ser humano que procura a Defensoria, então é preciso ter uma visão profissional, humana e conhecer a Instituição que ele vai fazer parte”, finalizou a diretora da ESDEP.

A pedagoga da Defensoria Pública, Cacilda Maria Queiroz, que iniciou sua conversa com um vídeo ao som da música Minha Alma, disse que com este curso eles estarão preparados para desenvolver as atividades da melhor forma: “A Escola Superior tem todo um trabalho feito para o aprimoramento profissional, de contato com os defensores e de se familiarizarem com as dinâmicas do trabalho”, relatou.

Gabriely Miranda, de 20 anos, cursa o 7º semestre de Direito da Universidade Estácio de Sá e acredita que este curso é muito importante, pois quando se inicia em um local, não sabe o que se espera. “É possível uma previsão do que encontraremos no dia a dia e uma capacitação para termos uma mínima bagagem”, falou a estudante.

A coordenadora da Especializada de Criminal e Execução Penal, Fabíola Pacheco, a coordenadora da Especializada de Família, Tatiane Franklin e o coordenador da Especializada de Fazenda Pública, Fábio Pereira também estiveram no evento e apresentaram um pouco sobre suas respectivas áreas de atuação.

Veja também

Eleições 2020: capitais têm mais de 24 mil candidatos a vereador; número será recorde

Com base nas atas das convenções partidárias aponta que as 26 capitais do país têm, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!