sábado 19 de setembro de 2020
Foto: Divulgação
Home / POLÍTICA / Deputada baiana defende uso da ‘maconha medicinal’ para tratamento
quarta-feira 27 de março de 2019 às 16:02h

Deputada baiana defende uso da ‘maconha medicinal’ para tratamento

POLÍTICA


Nesta última terça-feira (26) comemorou-se o Dia Mundial da Conscientização da Epilepsia, o “PurpleDay”, Dia Roxo. Em homenagem à data a deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) subiu ontem à tribuna da Assembleia Legislativa para ressaltar as inúmeras ações que são realizadas ao logo de todo mês em todo país para conscientizar, informar e buscar melhores condições de tratamento para os pacientes com a doença, que atinge em média 3 milhões de brasileiros, segundo a OMS.

Representante da Bahia na Frente Parlamentar Interestadual pelos Direitos da Pessoa com Epilepsia, a deputada e médica Fabíola Mansur destacou o eixo central da campanha este ano, que é o uso medicinal do canabidiol como opção de tratamento para a epilepsia.

O canabidiol é um dos componentes da planta cannabis sativa que não produz nenhum psicotativo. A parlamentar defende que seja implementada na Bahia uma política pública para normatizar e disponibilizar no âmbito do SUS medicamentos à base de canabidiol para pacientes refratários, ou seja, aqueles que não apresentam evolução com tratamentos convencionais.

Esse tipo de paciente já consegue usar o medicamento através da importação, no entanto, o custo é elevado, podendo chegar com oscilação do dólar a R$ 3 mil.

“É urgente que haja uma discussão mais ampla sobre o tema, de forma mais transparente, sem preconceito, para garantir uma melhor qualidade de vida para os pacientes. O canabidiol não produz nenhum efeito psicoativos. Ou seja, não se pode confundir o uso medicinal de canabinóides com o uso in natura da maconha. Inúmeras pesquisas no mundo inteiro mostram que o medicamento reduz significativamente a frequência das convulsões epilépticas graves, proporcionando melhor qualidade de vida aos pacientes”, argumenta a deputada.

O medicamento é autorizado para importação pela ANVISA e reconhecido pelo Conselho Federal de Medicina. Fabíola propôs uma audiência pública na Assembleia Legislativa da Bahia para discutir o tema no dia 09 de abril.

Veja também

Lula grava vídeos para 21 candidatos a prefeito de capitais do Brasil

Com 21 candidatos próprios a prefeitos em capitais do Brasil, o PT terá vídeos de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!