sexta-feira 25 de setembro de 2020
Foto: Assessoria
Home / NOTÍCIAS / Deputado rebate ameaças de candidato tucano a prefeito de Porto Seguro: “Índios já estavam aqui antes dos invasores”
terça-feira 15 de setembro de 2020 às 11:54h

Deputado rebate ameaças de candidato tucano a prefeito de Porto Seguro: “Índios já estavam aqui antes dos invasores”

NOTÍCIAS


As ameaças de morte contra indígenas proferidas pelo empresário e candidato à prefeitura de Porto Seguro, o tucano Luigi Rotunno, foram rebatidas e repudiadas pelo deputado federal Valmir Assunção (PT) nesta última segunda-feira (14). Após tomar conhecimento do áudio do político, Assunção declarou que “os índios Pataxós merecem respeito” e que “eles já faziam parte do Brasil antes dos europeus invadirem o país”. O petista não poupou críticas ao empresário e o chamou de ‘coronel’. “É dono de um grande Resort em Porto Seguro, um ’empresário coronel’ e trata a praia e a cidade como se fossem suas propriedades. É um absurdo que o Brasil tenha pessoas que vêm de outros locais e que tratam nossa terra como se fosse deles. A praia é propriedade da Marinha, é do estado brasileiro não é propriedade particular. Os indígenas já estavam no Brasil antes mesmo da chegada dos portugueses e de todo mundo”.

De acordo com as denúncias dos indígenas encaminhadas ao mandato de Valmir Assunção, o caso envolve a questão da ‘Terra Indígena Ponta Grande’, área que estava sob forte ameaça de despejo nas últimas semanas para beneficiar ações de grilagens do Fly Clube Aeroclube. “Esses caras [índios] estão invadindo a minha praia. Aqui na frente do ‘La Torre’. Fala para eles darem um jeito e nunca se atrevam de arrancar minha cerca na minha praia, ou vai dar errado. Vou pegar pesado contra Ponta Grande. Pesado que eles vão entender a dor deles e não vai ter manifestação que vai segurar eles. Eu vou colocar a cerca de volta e quero que eles se virem e nunca mais pisem em minhas terras porque se eu for lá vai dar merda”, ameaça o tucano Luigi Rotunno. Em vídeos, os caciques Pataxós Alfredo Santana e Edir Pataxó também questionam a fala do tucano e pediram intervenção.

“Acabamos de ouvir um áudio agora de um dono de pousada, de um dono de barraca naquela margem da Ponta Grande difamando o povo indígena, dizendo que estão invadindo a terra dele, que estão fechando a praia. Ele não é dono de nada, tem que nos respeitar, quem é o dono é quem nasceu aqui e sempre conviveu. Ele que é invasor de terras. Vamos para cima desse cidadão para ele respeitar a cultura que já existe na Costa do Descobrimento”, salienta Santana. Já Edir, que é liderança do território indígena ‘Barra Velha Porto Seguro’, diz que o áudio é revoltante. “Ver um cidadão desse que nem de terras brasileiras é, ameaçar nosso povo de morte é muito revoltante. A gente ver um cidadão desses que usa nossas terras vir dizer que é o dono, na verdade, nós Pataxós somos os verdadeiros donos da terra, porque sempre tivemos aqui”, completa.

 

Veja também

‘Os EUA podem fazer do Brasil um país melhor’, afirma ministro Ernesto Araújo

O Brasil sente orgulho de se colocar como um forte aliado dos EUA e essa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!