quarta-feira 12 de maio de 2021
Foto: Assessoria
Home / NOTÍCIAS / Deputados baianos e movimentos sociais divulgam moção de apoio a Eliana Gonzaga, prefeita de Cachoeira
terça-feira 20 de abril de 2021 às 12:06h

Deputados baianos e movimentos sociais divulgam moção de apoio a Eliana Gonzaga, prefeita de Cachoeira

NOTÍCIAS, RECÔNCAVO BAIANO


Diversos deputados baianos subscreveram nesta última segunda-feira (19) uma Moção de Apoio na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) a Eliana Gonzaga (Republicanos), prefeita de Cachoeira. Primeira prefeita mulher e negra da cidade, ela vem recebendo ameaças.

O deputado estadual Niltinho (PP) deu entrada na moção, que também é subscrita pelos deputados estaduais Fabíola Mansur (PSB), Fátima Nunes (PT), Jacó (PT), Maria Del Carmen (PT), Osni Cardoso (PT), Rogério Andrade Filho (PSD); Soldado Prisco (PSC), Hilton Coelho (PSOL), Jurailton Santos (Republicanos) e Pastor Isidório Filho (Avante).

“São graves as denúncias. Precisam ser apuradas com todo o rigor. É preocupante esta situação em Cachoeira, que está, inclusive, tendo uma grande repercussão. Estamos atentos”, afirma Niltinho.

Na moção, os deputados afirmam que a “ex-vereadora Eliana Gonzaga, filiada ao Partido Republicanos, é a primeira mulher, negra, filha de feirante que foi eleita prefeita do município de Cachoeira, que se localiza a 117 km da capital que venceu a eleição no último dia 15 de novembro com 10.448 votos contra 7.913 votos do adversário”.

Os parlamentares também pontuam que, desde a sua posse, “a prefeita Eliana vem sofrendo graves e sistemáticas ameaças através de recados para que ela renuncie ao mandato em que foi legítima e democraticamente eleita pela população cachoeirana. Isso não podemos permitir e clamamos aqui para que as autoridades competentes possam averiguar e investigar as intimidações que vem amedrontando a prefeita e todo o povo de Cachoeira”.

E encaminham ciência da Moção para a Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, à Secretaria de Segurança Pública, ao Comando Geral da Polícia Militar do Estado da Bahia e ao Delegado Geral da Polícia Civil da Bahia.

Nota dos movimentos sociais

Entidades dos movimentos negro e social divulgaram uma nota de solidariedade a Eliana Gonzaga. “As entidades do movimento negro e do movimento social com histórica atuação na Bahia e no Brasil vêm manifestar seu repúdio e extrema preocupação com as ameaças cotidianamente recebidas pela Prefeita Eliana Gonzaga eleita na cidade de Cachoeira- Bahia em 2020”, pontuam na nota.

E relatam que desde o período da campanha eleitoral Eliana Gonzaga “vem denunciando ataques racistas, machistas e ameaças de morte, tendo inclusive recebido ligações que simulavam um barulho de uma metralhadora atirando, numa nítida tentativa de intimidação. Recentemente, no último dia 14, em entrevista à rádio local, a Prefeita Eliana informou que continua sendo ameaçada de morte, desta vez em via pública. Segundo ela, no último domingo (11), homens à bordo de uma motocicleta tentaram intimidá-la em uma ação de drive-thru na cidade. Ao perceber a presença de policiais militares que notaram a atitude suspeita, os mesmos empreenderam fuga”.

As entidades consideram “um absurdo inaceitável que uma mulher negra democrática e legitimamente eleita, seja mais uma vez alvo da violência de grupos autoritários e violentos que não aceitam a vontade do povo expressa pelo voto. Repudiamos as ameaças de mortes, os ataques racistas e misóginos, conclamamos as autoridades competentes a apurarem e punirem os culpados. Não podemos permitir que o feminicídio político de mulheres negras que vitimou Marielle Franco se torne cotidiano no país”.

A nota é assinada pela União de Negras e Negros pela Igualdade Racial (UNEGRO); Bloco Afro Ilê Aiye; Instituto de Mulheres Negras Luiza Mahin;

Rede Sapatá; Negritude de Sussuarana; Nova Frente Negra Brasileira; Movimento Negro Unificado (MNU); Bancada do Feijão; Revista Quilombo; SPD- Sociedade Protetora dos Desvalidos; Terreiro Ilê Axé Obá Nirê; Quilombo Serra da Barriguda; União Brasileira de Mulheres (UBM); União dos Estudantes da Bahia (UEB); UNALGBT- União Nacional LGBT; Cajaverde Organização Ambiental Esportiva e Cultural; Coletivo LesbiBahia; FABS; Federação das Associações de Bairros de Salvador; Associação Mulheres e Amigos da Ar7; Artivistas; Movimento Cultural ARTCULT; Conselho de moradores da Fazenda Grande 2 Segunda Etapa; Coletivo de Mulheres do Calafate/AMB Bahia; Libertas; O Coletivo de Autocuidado entre ativistas de Direitos Humanos; Ong TamoJuntas; Movimento de Mulheres Camponesas; Marcha Mundial de Mulheres; RENFA e MAJEB – Marcha da Juventude Espírita da Bahia.

Veja também

Bolsonaro perde para governadores e prefeitos em popularidade, diz revista

Jair Bolsonaro, como se sabe, anda incentivando apoiadores a protestarem contra as medidas de segurança …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!