terça-feira 20 de outubro de 2020
Foto: Divulgação
Home / NOTÍCIAS / Eleições no interior também mexem com composição parlamentar da AL-BA
terça-feira 13 de outubro de 2020 às 06:46h

Eleições no interior também mexem com composição parlamentar da AL-BA

NOTÍCIAS, POLÍTICA


Além da capital baiana, apenas Feira de Santana e Vitória da Conquista reúnem condições para realização de segundo turno no Estado. Pela legislação eleitoral, um segundo escrutínio só pode ocorrer em municípios com mais de 200 mil eleitores, quando o primeiro colocado não obtiver mais da metade dos votos válidos (excluídos os votos em branco e nulos).

O deputado José de Arimateia disputa como candidato a prefeito, com mais nove nomes, os votos dos pouco mais de 400 mil eleitores de Feira de Santana; o republicano compôs com o Democracia Cristã (DC). Em Vitória da Conquista, com 231.176 eleitores, o deputado Zé Raimundo, que governou a cidade entre 2002 a 2008, representa a composição PT / PC do B / PSB / PL / PDT, para fazer frente a outros seis candidatos ao paço municipal.

Na condição de ex-prefeitos, também almejam retornar à administração local outros três deputados. Eduardo Alencar coloca seu nome no pleito de Simões Filho, onde foi gestor quatro vezes (1993-1996, 2001-2004, 2009-2012 e 2013-2016), disputando com mais seis candidatos a preferência do eleitorado da cidade, estimado em 82.826 votantes. Sua coligação é PC do B / Podemos / PT / SD / PP / PSD / PSB / PTC / PV.

O deputado Jânio Natal está em campanha para prefeitura de Porto Seguro, onde governou de 2005 a 2008. Ele concorre com mais cinco candidatos, através de uma aliança com PL / Avante / PDT / Republicanos / DEM / MDB / PP / PSL / SS / Podemos. A cidade tem, segundo estatística do TSE, 96.574 eleitores aptos a votar em novembro.

Osni Cardoso foi prefeito de Serrinha em dois mandatos consecutivos (2009-2012; 2013-2016); ele reuniu uma frente com PT / Podemos / PL / PSDB / PSD / PC do B / PDT / DEM / PTB, para disputar com mais 3 concorrentes os votos dos 58.606 eleitores do município.

O progressista Zé Cocá foi prefeito de Lafaiete Coutinho por 2 mandatos (2009-2012 e 2013-2016), antes de se eleger deputado estadual. Reuniu uma composição com PP / PT / PSDB / Podemos / DEM / PV para disputar a Prefeitura de Jequié nessas eleições, que tem mais cinco nomes na disputa. O município tem 108.875 eleitores aptos a votar em novembro.

Já a trajetória da deputada Mirela Macedo é salutar dessa sazonal disputa e alternância de representatividade na Casa. Em 2016, após quatro anos de vereança em Lauro de Freitas, integrou como vice-prefeita a chapa vencedora das eleições municipais, mas não tomou posse. Havia conseguido a suplência na eleição para deputada dois anos antes, sendo efetivada na ALBA, em janeiro de 2017, com a saída do então deputado Rogério Andrade, que abdicou da cadeira no Legislativo após ser eleito prefeito de Santo Antônio de Jesus. Agora, Mirela Macedo é candidata a prefeita de Lauro de Freitas pela Coligação PSL / PSD / PMB, disputando, com mais cinco nomes, a preferência dos 145.205 eleitores da cidade.

Segundo estatística divulgada pelo TSE, a Bahia tem 10.893.320 de eleitores aptos a escolher novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, em seus 417 municípios. Pouco mais de 800 mil eleitores – a maioria de cidades que finalizaram a revisão após às eleições 2018 – não realizaram a revisão biométrica com a Justiça Eleitoral. Porém, poderão votar normalmente, já que houve a suspensão dos efeitos do cancelamento, por conta da pandemia do coronavírus.

Veja também

Congresso irá analisar créditos adicionais de R$ 27,2 bilhões

Esses créditos precisam ser votados pela Comissão de Orçamento, que ainda não foi instalada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!