sexta-feira 23 de julho de 2021
Home / ENTREVISTAS / Em entrevista ao SALVE, Boulos fala sobre, política, Bolsonaro, alianças e revela momentos íntimos de sua vida

Em entrevista ao SALVE, Boulos fala sobre, política, Bolsonaro, alianças e revela momentos íntimos de sua vida

Foto: Divulgação
quinta-feira 17 de junho de 2021 às 16:21h

O professor, coordenador do MTST e da Frente Povo Sem Medo, candidato do PSOL à Presidência da República e à Prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos, foi o convidado do SALVE – canal do Porta dos Fundos na Twitch, de terça-feira (15). Durante uma hora de conversa com o apresentador Antonio Tabet e o também convidado Gabriel Totoro, Boulos respondeu perguntas da dupla e de espectadores sobre games, ídolos e é claro, política.

Durante a conversa, Guilherme Boulos revelou algumas análises, entre elas a de que a esquerda subestimou (e muito) o Bolsonaro nas eleições de 2018, inclusive ele próprio. “No começo de 2018, todo mundo achava que o segundo turno seria entre Geraldo Alckmin e Lula. O cálculo era que o Bolsonaro tinha uma rejeição alta e com isso não se ganha eleição”, explicou. Para Boulos, Bolsonaro conseguiu mobilizar um sentimento antipolítico na população e a facada que o presidente levou o humanizou, reduzindo assim a rejeição dele.

No SALVE, o entrevistado contou ainda, que tem trabalhado para ter uma unidade do campo progressista e para acabar com o tucanismo em São Paulo, que já dura 30 anos. “Não faço política como carreira, faço política para melhorar o país em que vivemos”, concluiu.

Sobre a união com outros políticos e partidos, Boulos disse que para uma aliança ser justa, precisa ser equilibrada e é isso que ele está tentando construir no estado de São Paulo. “O PSOL e o PSDB podem ser aliados contra o Bolsonaro, em favor da vacina e etc., mas em uma eleição é diferente. Somos obrigados a apresentar projetos e, nesse ponto de vista, não tem como ter união, porque os projetos políticos destes partidos são completamente diferentes”, explicou.

Para 2022, Boulos acredita na possibilidade de haver segundo turno com Jair Bolsonaro. “Se o Bolsonaro antecipar a vacinação contra a covid-19, contribuir para uma melhora na economia e conseguir apoio do Centrão, pode chegar ao segundo turno, mas não acho provável que isso aconteça”, afirmou.

Corintiano roxo, Boulos ainda contou que sempre acompanhou os jogos do seu time e já quebrou muitos radinhos na emoção das partidas. Ao ser perguntado sobre quem é seu ídolo fora da política, o professor elegeu o ex-jogador Sócrates.

O professor ainda revelou intimidades durante o Salve. Boulos afirmou que jogava muito Mario Kart na infância e depois só voltou aos videogames após o nascimento de suas filhas, hoje com 9 e 11 anos. Durante a campanha como candidato à Prefeitura de São Paulo, Boulos chegou a jogar Among Us com Felipe Neto.

SALVE

SALVE é o novo canal do Porta dos Fundos, apresentado por Antonio Tabet na Twitch, plataforma de streaming para vídeos e jogos. A atração aborda assuntos de forma descontraída, bem-humorada e com constantes participações especiais de convidados e do público – principal característica da plataforma. O papo semanal, livre e aberto traz assuntos sobre atualidades, cultura pop, games, futebol, comportamento e entretenimento. No programa, Antonio Tabet já recebeu outros políticos como Eduardo Paes e Ciro Gomes.

Porta dos Fundos

O Porta dos Fundos é um hub de entretenimento para multicanais fundado em 2012 por Antonio Tabet, Fábio Porchat, Gregorio Duvivier, João Vicente de Castro e Ian SBF. O que começou despretensiosamente, com um grupo de amigos em busca de liberdade criativa, hoje é uma produtora consolidada, irreverente por princípios, que desenvolve conteúdos e formatos pensados nos novos hábitos da audiência. A originalidade nos projetos rendeu-lhe o prêmio do Emmy Internacional de Comédia em 2019, pelo Especial de Natal feito para a Netflix. Atualmente, o Porta dos Fundos trabalha com quatro frentes: a marca e toda a sua rede de distribuição, que conta com 35 milhões de fãs e mais de 8 bilhões de visualizações em diversas redes; o Porta dos Outros, unidade que entrega a expertise criativa como solução de narrativas para marcas, ajudando-as a se transformarem em publishers; o Porta Studio, braço de produção de formatos longos para TV e streaming; e o Backdoor, sua divisão internacional.

Em 2017, a empresa se tornou parte da ViacomCBS – grupo de entretenimento que inclui MTV, Nickelodeon, Comedy Central e Paramount Channel.

Veja também

Não há condição política para encaminhar impeachment de Bolsonaro, diz Maia

O deputado federal Rodrigo Maia (sem partido-RJ) disse hoje não acreditar que haja condições políticas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!