terça-feira 20 de abril de 2021
Foto: Divulgação
Home / DESTAQUE / Em pronunciamento, Bolsonaro diz que 2021 será o ano da vacinação
quarta-feira 24 de março de 2021 às 04:56h

Em pronunciamento, Bolsonaro diz que 2021 será o ano da vacinação

DESTAQUE, NOTÍCIAS


O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV na noite desta última terça-feira (23), que o Brasil conseguirá vacinar toda a população até o fim deste ano. “2021 será o ano da vacinação dos brasileiros”, afirmou o presidente. “As vacinas estão garantidas.”

Bolsonaro adotou postura comedida, sem citar opositores e nem as restrições de circulação de pessoas adotadas por governadores, medidas que vem criticando repetidamente. O presidente também não falou em medicamentos ou tratamentos que defende para a Covid-19.

Bolsonaro se limitou a responsabilizar as novas variantes pelo agravamento da pandemia da Covid-19, afirmando que o Brasil se prepara para ser “autossuficiente” e poder vacinar anualmente a população brasileira.

“Não sabemos por quanto tempo teremos que enfrentar essa doença, mas a produção nacional vai garantir que possamos vacinar os brasileiros todos os anos, independentemente das variantes que possam surgir”, disse. O presidente citou as três vacinas já aprovadas pela Anvisa para uso emergencial ou definitivo: Oxford/AstraZeneca, Coronavac e Pfizer.

O presidente vive um momento de pressão por causa do agravamento da crise sanitária. Horas antes do pronunciamento, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) anunciou que 3.251 mortes por Covid-19 foram registradas no país nas últimas 24h. Além do recorde de mortes, há escassez de leitos de UTI, de medicamentos para intubação e de vacinas contra Covid-19.

Bolsonaro repetiu o discurso de que, desde o começo da pandemia, tem dito que os principais desafios são o vírus e o desemprego. “Ao final do ano, teremos alcançado mais de 500 milhões de doses para vacinar toda a população. Muito em breve, retomaremos nossa vida normal”, afirmou.

Na manhã desta quarta-feira, o presidente recebe para uma reunião no Alvorada lideranças de outros poderes brasileiros: Rodrigo Pacheco, presidente do Congresso e do Senado Federal; Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados; e Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Participam do encontro, ainda, Augusto Aras, procurador-geral da República, ministros e governadores. A pauta: o combate ao coronavírus.

Veja também

Discursos sobre temas diversos marcam sessão ordinária na Câmara de Salvador

Na 13ª Sessão Ordinária da 19ª Legislatura da Câmara Municipal de Salvador, na tarde desta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!