terça-feira 26 de janeiro de 2021
Foto: Divulgação
Home / POLÍTICA / Empresários de Alagoinhas planejam engajamento ao partido Novo
quinta-feira 14 de novembro de 2019 às 05:43h

Empresários de Alagoinhas planejam engajamento ao partido Novo

POLÍTICA


Um grupo de empresários de Alagoinhas está engajado no projeto do partido Novo na cidade, processo iniciado em 2018 por Zelândio Júnior, publicitário e empresário, juntamente com o professor Jorge Ubiratam, o empresário José Domingos de Almeida Pereira, proprietário da padaria Kidoce e da Dominique, e que retomam com todo o gás.

O projeto é para médio e longo prazo, e visa marcar presença em eleições municipais, mas também aumentar a presença do partido nos parlamentos, começando pelas câmaras municipais. Como ainda está em processo de formação de Diretório Municipal, o partido Novo não pretende lançar nem apoiar nenhum candidato em Alagoinhas em 2020, mas quer, daqui até lá, estar com sua documentação em dia para 2022, quando pretende apoiar candidaturas a presidente, governador e deputados.

No âmbito municipal, a presença do partido novo em Alagoinhas deve acontecer nas eleições de 2024, quando pretendem lançar candidaturas próprias tanto para a prefeitura quanto para a Câmara Municipal. “Precisamos mostrar nossa força e nossa experiência como gestores também na área pública”, disse Domingos de Almeida, da Kidoce.

A exemplo do que já vem sendo feito no âmbito nacional, o partido Novo encontrou um porto seguro em Alagoinhas, que deve agrupar empresários, comerciantes e profissionais liberais que queiram discutir, planejar e até participar do processo eleitoral no município e na região.

Na segunda-feira (11) aconteceu uma reunião em um hotel da cidade, agrupando alguns empresários que já estão engajados em dar continuidade ao processo de instalação do Diretório Municipal, engajando nesse primeiro momento em campanhas em 2022, para deputados, governador e presidente.

Domingos de Almeida, da Kidoce, considerou importante esse processo, otimista no engajamento de novos empresários, comerciantes e profissionais liberais que se coadunam com o princípio pregado pelo empresário João Amoedo, presidente nacional da legenda.

Veja também

Centrão pode ganhar mais dois ministérios, diz jornal

Além de tirar a Casa Civil e a Secretaria de Governo dos militares, políticos do Centrão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!