sábado 6 de março de 2021
Foto: Reprodução/Site com Dicas da Itália
Home / NOTÍCIAS / Ex-assessor de Onyx estava em ilha italiana pela FAB quando Bolsonaro anunciou demissão, diz Folha
sábado 1 de fevereiro de 2020 às 06:52h

Ex-assessor de Onyx estava em ilha italiana pela FAB quando Bolsonaro anunciou demissão, diz Folha

NOTÍCIAS, POLÍTICA


Segundo a coluna Painel do jornal Folha de SP deste sábado (1º), o ex-secretário da Casa Civil Vicente Santini estava em Palermo, na ilha italiana de Sicília, quando Jair Bolsonaro anunciou sua primeira demissão, de acordo com dados divulgados pela FAB (Força Aérea Brasileira) nesta última sexta (31).

Conforme lembrou o jornal ele foi destituído do cargo após usar um jato oficial para ir a Davos (Suíça), no Fórum Econômico Mundial, e para a Índia, onde o presidente cumpria agenda oficial.

Na terça (28), Bolsonaro classificou o episódio como “inadmissível” e comunicou o primeiro afastamento do auxiliar.

Dados da FAB mostram que o avião de Santini pousou 1h25 (horário local) do dia 28 de janeiro na cidade italiana e só decolou de lá às 19h25.

Ele ficou, portanto, cerca de 18 horas em Palermo, segundo informações oficiais.

A viagem do ex-secretário, ao todo, teve nove trajetos. Em geral, as aeronaves da força aérea fazem paradas para abastecimento, com duração de uma hora a duas horas.

Santini saiu de Brasília no dia 21 de janeiro e só retornou ao Brasil no dia 29 de janeiro.

Ele chegou a ganhar um novo cargo no Palácio do Planalto, mas foi exonerado por Bolsonaro novamente em questão de horas depois.

A coluna Painel informou que procurou o ex-secretário para saber o motivo da parada na ilha italiana, mas não conseguiu localizá-lo.

Veja também

Deputada Talita Oliveira reivindica obras em rodovias federais e estaduais

A construção de uma rodovia ligando a BR-116 à BR-101, na Bahia, foi motivo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!