domingo 9 de agosto de 2020
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Facebook estuda banir anúncios políticos antes de novembro
domingo 12 de julho de 2020 às 18:13h

Facebook estuda banir anúncios políticos antes de novembro

NOTÍCIAS


A plataforma de rede social que na semana passada deflagrou uma operação contra redes de fake news e perfis falsos em diversos países do mundo agora considera banir anúncios de caráter político antes das eleições presidenciais dos Estados Unidos, que ocorrem em novembro, segundo a agência de notícias Bloomberg. Depois da ação que atingiu redes nos Estados Unidos, Ucrânia e países da América Latina, inclusive o Brasil, com a derrubada de uma rede ligada a gabinetes do presidente Jair Bolsonaro, sua família e aliados, o Facebook tem sido elogiado pelo esforço contra a manipulação política e fake news na plataforma.

De acordo com a agência de notícias, há conversas internas na empresa para proibir o tipo de anúncio, já banido por plataformas como o Twitter, mas nada pode ser considerado concreto, já que o próprio presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, não se mostrou disposto a banir anúncios políticos no ano passado.

A rede social inicia o tipo de discussão no contexto de um boicote sofrido nos últimos dias pela empresa, liderado pela campanha Stop Hate For Profit e integrado por mais de 900 marcas, que pressiona pela mudança das políticas de remoção de conteúdo relacionadas a publicações com discurso de ódio e desinformação. Companhias como Adidas, Ben & Jerry’s, Best Buy, Coca-Cola, Ford, Honda, Microsoft, Puma, Starbucks, Unilever, Vans, Verizon e Volkswagen, anunciaram a suspensão de anúncios na rede social nos últimos dias.

O Facebook já tinha promovido uma atualização que permitia que usuários optassem por não receber mais propagandas políticas em seu feed de notícias. Segundo a Bloomberg, a proibição dos anúncios pode se dar de forma estratégica, retirando as publicidades alguns dias antes das eleições ou apenas por um período determinado.

Veja também

Estudo sugere que vacinas para outras doenças podem proteger contra coronavírus

Dois estudos preliminares investigam se pessoas que se vacinaram contra outros vírus podem estar mais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!