sábado 19 de junho de 2021
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Farmácias da Prefeitura de Salvador distribuíram milhões de remédios na pandemia
segunda-feira 12 de outubro de 2020 às 18:44h

Farmácias da Prefeitura de Salvador distribuíram milhões de remédios na pandemia

NOTÍCIAS


A rede municipal de farmácias possui 185 unidades distribuídas pelo distritos sanitários de Salvador. Durante a pandemia, os postos seguiram ofertando serviços à população, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A rede vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) forneceu, de março até setembro, 135 milhões de remédios de 325 tipos diferentes, através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os postos estão localizados nas 58 Unidades Básicas de Saúde (UBS), 99 Unidades de Saúde da Família (USF), 3 Centros de Saúde Mental, 16 Caps Adulto, 1 Caps infantil, 1 Caps Álcool e Drogas, 4 Unidades de Pronto Atendimento (UPA), 1 PA Psiquiátrico, 1 Unidade de Atendimento Odontológico (UAO), 7 Centros de Especialidades Odontológicas (CEO), 1 Unidade Dispensadora de Medicamentos Antirretrovirais (UDM), 2 Serviços de Atenção Especializada (SAE) e 1 Serviço Municipal de Assistência Especializada (SEMAE).

A rede possui ainda farmácias conveniadas e postos instalados nas dez Prefeituras-Bairros. Por conta da pandemia, alguns ajustes foram feitos para facilitar a entrega dos remédios. A exigência da cópia da receita para medicamentos de uso contínuo está suspensa. Vale lembrar que, para os medicamentos sujeitos a controle especial, essa regra não se aplica.

Se não puder se deslocar até a unidade de saúde ou Prefeitura-Bairro, o paciente pode também nomear uma pessoa portando seu documento de identificação, Cartão SUS de Salvador e respectiva prescrição médica para fazer a retirada do medicamento. Uma outra medida adotada na pandemia foi aumentar a quantidade de remédios de 30 para 60 dias, dependendo da disponibilidade de estoque e logística.

De acordo com o coordenador da Assistência de Salvador, Bruno Viriato, as mudanças visam facilitar a vida do paciente que precisa dos remédios controlados. “O serviço sempre funcionou, não foi interrompido em nenhum momento. O fluxo de pacientes foi intenso durante todos os meses da pandemia. Tivemos um número expressivo de entregas”, afirma. Ele lembra ainda que, para atender os pacientes por 60 dias, foi preciso reforçar o estoque. “Com isso, inibimos que ele venha mais vezes em nossas farmácias nesse momento em que devemos evitar aglomerações”, explica.

Aumento da oferta

Em Salvador, a Relação Municipal de Medicamentos (Remune), que é a lista com a seleção e padronização dos remédios disponibilizados pelo SUS sob gestão municipal, contém 325 itens cadastrados. A Remune 2015 está sendo atualizada através da Comissão de Farmácia e Terapêutica (CFT) de Salvador, discutindo inclusão, exclusão ou alteração de novos itens para a 2ª edição a ser publicada ainda em 2020.

A nova versão contará com cerca de 78 novos remédios (a exemplo de antibióticos, colírios, anti-hipertensivos), totalizando 403 medicamentos/insumos. Dados coletados no Sistema Vida pelo Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) demonstraram que, em 2019, quase um milhão de pacientes foram atendidos nas farmácias da rede municipal de Salvador, média aproximada de 3.676 pacientes/dia, enquanto foram contabilizadas 1.732.181 receitas atendidas neste mesmo ano, com média de aproximadamente 6.793 receitas/dia.

Os medicamentos mais dispensados na rede em 2019 foram Losartana 50mg (33.625.962 comprimidos), Metformina 850mg (16.483631 comprimidos), Sinvastatina 20mg (15.911.986 comprimidos) e Anlodipino (13.433.205 comprimidos).

Veja também

Polarização entre Lula e Bolsonaro indica fracasso de lideranças da terceira via

O PSDB marcou suas prévias para as calendas de novembro, num gesto celebrado como exercício …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!