sábado 26 de setembro de 2020
Home / NOTÍCIAS / Fortuna do ex-deputado Clodovil continua bloqueada dez anos depois de sua morte
terça-feira 16 de abril de 2019 às 15:09h

Fortuna do ex-deputado Clodovil continua bloqueada dez anos depois de sua morte

NOTÍCIAS


Além de deputado, ele foi um badalado estilista e apresentador de TV, Clodovil Hernandes faleceu há exatamente 10 anos, mas ainda hoje seu nome está envolvido em polêmica. O artista, que chegou a exercer mandato como deputado federal, deixou uma fortuna, que ainda continua em disputa na Justiça.

Segundo informações do site ‘O Canal’, o testamento de Clodovil determinava que sua herança seria usada para uma fundação que abrigaria a Casa Clô, para ajudar meninas carentes. Maria Hebe Pereira de Queiroz foi nomeada como inventariante do estilista para cuidar dos assuntos relacionados a fortuna, no entanto o valor nunca pôde ser usado e a entidade nunca foi inaugurada. Um ex-colaborador de Clodovil entrou na Justiça alegando que eles tiveram uma união estável durante anos, exigindo assim parte da herança.

Em 2012, os móveis de sua mansão e as jóias foram vendidos em um leilão por determinação judicial para pagar dívidas e processos. Depois, outros ex-funcionários entraram na disputa para conseguir parte da fortuna, que em 2015, já tinha diminuído e restavam apenas R$ 3,7 milhões. A prefeitura de Ubatuba passou a reivindicar quase R$ 200 mil a título de IPTU atrasado de um imóvel que Clodovil tinha no município.

Clodovil também tinha alguns processos e seus desafetos também queriam um indenização. A ex-prefeita Marta Suplicy (PT), queria receber na época cerca de R$ 200 mil do falecido. A ex-vereadora de São Paulo, Claudete Alves da Silva também estava de olho no inventário do estilista e almejava cerca de R$ 30 mil porque foi ofendida por ele.

No entanto, ainda segundo a publicação, contas feitas pelos advogados de Clodovil revelou que o estilista deixou mais dívidas do que bens. A mansão do apresentador em Ubatuba/SP foi arrematada durante um leilão por R$ 750 mil reais, mas o valor real era de R$ 1,6 milhão de reais. Até o momento nada foi definido e os quase 4 milhões restantes de Clodovil em 2015 continuam bloqueados pela Justiça.

Veja também

Abrasel ganha ação que beneficiará restaurantes

Proposta em 2008 para os associados ABRASEL na Bahia, empresários serão restituídos por impostos indevidos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!