terça-feira 20 de abril de 2021
Foto: Ascom/AL-BA
Home / DESTAQUE / Frente Parlamentar em defesa dos bares, restaurantes, hotelaria e eventos da Bahia
quinta-feira 1 de abril de 2021 às 18:25h

Frente Parlamentar em defesa dos bares, restaurantes, hotelaria e eventos da Bahia

DESTAQUE, NOTÍCIAS


As restrições que o combate à pandemia impôs aos negócios relacionados com bares, restaurantes, hotelaria e eventos preocupam os deputados que integram a Frente Parlamentar do Setor Produtivo. Conscientes da capilaridade desses segmentos geradores de empregos na Bahia, estado em que o turismo tem forte peso na matriz econômica, eles. Institucionalmente, têm encaminhando justas reivindicações ao Executivo.

O presidente da Frente, deputado estadual Eduardo Salles (PP), entregou ao secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, também vice-governador da Bahia, as reivindicações prioritárias do segmento de bares e restaurantes – anexado ao proposto pelas áreas de hotelaria e eventos. Estava acompanhado do presidente-executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, Abrasel, Luiz Henrique Amaral, e narraram a situação dramática desses setores que entraram em 2021 em situação pior após quase um ano de lockdowns e restrições, pois no verão passado ainda houve o carnaval, foi um período produtivo e com algum grau de capitalização do empresariado.

A pedido

Esses documentos setoriais foram produzidos a pedido do secretário João Leão, após reuniões com os deputados Eduardo Salles e Tiago Correia (PSDB) – vice-presidente da Frente. Os três, em comum, solicitaram a suspensão do corte de fornecimento de água e energia elétrica das contas em débito, bem como o seu parcelamento; a criação de linhas de crédito para capital de giro com taxas de juros subsidiados através do Desenbahia com pagamento em 60 meses – e carência de 12 meses; Refis e redução de alíquotas de ICMS. Eles entendem que essas providências dariam fôlego ao setor para suportar as restrições atuais sem fechar as portas.

O secretário João Leão, por videoconferência, explicou ao secretário em exercício da Casa Civil, Carlos Mello, as sequências das prioridades apresentadas – entregues pessoalmente pelo deputado Eduardo Salles e o chefe de gabinete da Secretaria, Luiz Gujé, na Casa Civil, que as levará para exame do governador Rui Costa. Para o deputado estadual, “é necessário oferecer ajuda imediata aos setores de bares e restaurantes, hotelaria e eventos tão diretamente impactados pelas medidas restritivas, trabalhando por ações que garantam os milhares de empregos e sobrevivência desses negócios”, pontuou.

O presidente da Abrasel saiu satisfeito da reunião com o vice-governador João Leão, “esperançoso de obter retorno positivo a todos os pleitos já no início da próxima semana, pois é necessário reverter a situação imediatamente para dar fôlego ao setor”. Ele acrescentou que estados onde o turismo é também uma atividade econômica importante, como Ceará, Piauí, Pernambuco (além de outros), já adotaram medidas semelhantes para ajudar esses setores que tanta mão de obra empregam.

Hotelaria e eventos

A movimentação das entidades e da Frente Parlamentar foi fundamental para a Bahiatursa iniciar o cadastramento, no site do órgão, de profissionais para em breve apresentar propostas de auxílios aos trabalhadores da área. Em audiências anteriores, os deputados Eduardo Salles e Tiago Correia, juntos com a diretoria da Associação Baiana da Indústria de Hotéis e o secretário João Leão, foi requerida a necessidade da criação do subsegmento “Indústria Hoteleira da Bahia” na Tabela Tarifária da Bahiagás, para diminuir a taxa do insumo, fundamental para o setor. O presidente do Salvador Destination e vice-presidente do Conselho Baiano de Turismo, Roberto Duran, explicou que a cadeia do turismo engloba hoje 52 segmentos que representam 20% da mão de obra formal da Bahia e 7,5% do PIB estadual. Em Salvador o setor tem 20% da força de trabalho e 25% do PIB do município.

Veja também

Bruno Reis anuncia inicio da vacinação dos professores para retorno presencial das aulas

A partir da conclusão da vacinação de idosos, que alcança o todo o público de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!