quinta-feira 24 de setembro de 2020
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Gilmar Mendes: prisão de Lula deveria ter esperado decisão definitiva
segunda-feira 22 de abril de 2019 às 13:18h

Gilmar Mendes: prisão de Lula deveria ter esperado decisão definitiva

NOTÍCIAS


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes falou, nesta segunda-feira (22), sobre a prisão do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista antes da abertura do VII Fórum Jurídico de Lisboa: “Tenho a impressão que deveríamos ter esperado uma decisão definitiva, não a decisão de segundo grau. Mas isso já ficou superado”, disse.

Com o ex-presidente preso, ele avaliou que agora o processo será reavaliado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Temos que aferir isso no processo. Não me consta que isso foi discutido no processo. Temos que examinar com todo cuidado. A questão será examinada pelo STJ e, depois, pelo STF quando for pertinente”, afirmou Mendes.

Ele foi questionado sobre uma suposta declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, que teria dito acreditar na inocência de Lula. O próprio ministro da Economia, porém, descartou ter defendido o petista.

Lula completou um ano de prisão em 7 de abril de 2019. O petista ocupa uma sala especial na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR).

A defesa do ex-presidente aposta em um recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Lula tenta reverter sua condenação no processo do triplex, dada pelo então juiz Sergio Moro. O ex-presidente também está condenado em outra ação, do sítio de Atibaia, a 12 anos e 11 meses de reclusão, sentença imposta pela juíza federal Gabriela Hardt.

Gilmar Mendes comanda, em Lisboa, evento promovido pelo Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP), instituição da qual é sócio-fundador, e anualmente promove uma semana de debates jurídicos. Esse ano, o tema é justiça e segurança.

Entre os palestrantes deste ano estão o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM); o presidente da Câmara dos Deputados (DEM), Rodrigo Maia; o ministro da Justiça, Sergio Moro; e o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB); entre outros. O Fórum Jurídico vai até o dia 24/04/19.

 

Veja também

Carteira Digital de Trânsito permite pagamento antecipado de multas com desconto de até 40%

Ficou mais fácil para o motorista acompanhar as multas de trânsito e até mesmo realizar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!