sábado 26 de setembro de 2020
Foto: Reprodução
Home / CURIOSIDADES / Governo da China está construindo espaçoporto flutuante para lançar foguetes
sábado 12 de setembro de 2020 às 15:35h

Governo da China está construindo espaçoporto flutuante para lançar foguetes

CURIOSIDADES, NOTÍCIAS


Algumas das próximas missões espaciais lançadas pela China podem decolar de um novo local. Em matéria publicada na última quinta-feira (10), o UniverseToday afirmou que os chineses estão construindo um espaçoporto flutuante na costa da cidade de Haiyang, localizada na região leste do país.

Conforme a publicação, a base móvel dará ao programa espacial do país um novo grau de flexibilidade, e a estrutura poderá ser utilizada para a construção e o armazenamento de foguetes, satélites e outros veículos.

Desenvolvida pela China Aerospace Science and Technology Corporation (CASC), principal empreiteira do setor no país, a nova plataforma marítima será o quinto espaço destinado a lançamentos de missões espaciais na China. Atualmente, são usadas as instalações de Jiuquan, Xichang, Taiyuan e Weichang.

O projeto de construção dessa nova base também prevê investimentos para atrair indústrias especializadas em equipamentos aeroespaciais e de alta tecnologia à região, aproveitando o crescente número de missões realizadas pelo país.

Lançamentos mais seguros

Acontecendo longe de regiões povoadas, os lançamentos de foguetes em plataformas marítimas oferecem diversas vantagens, proporcionando maior segurança, principalmente em casos de peças que caem após a decolagem.

Nas decolagens a partir de bases em terra firme, estágios dos foguetes podem cair perto de áreas habitadas, trazendo riscos para a população. Na última segunda-feira (07), por exemplo, um dos impulsionadores do foguete Long March 4B, lançado de Taiyuan, caiu perto de uma escola na vila de Lilong, na província de Xianxim. O componente explodiu, gerando uma intensa fumaça laranja causada pelo combustível (tetróxido de nitrogênio e hidrazina) altamente tóxico e perigoso para a saúde.

Quem também está interessada nos lançamentos em alto-mar é a SpaceX. A empresa norte-americana já até anunciou vagas de emprego para engenheiros especializados nesse tipo de empreendimento. O objetivo é usar as plataformas para os foguetes Super Heavy, os mesmos que vão levar a Starship nas futuras missões à Lua e Marte.

Veja também

Pedidos de recuperação judicial caem 7% em agosto, diz Serasa Experian

Os pedidos de recuperação judicial registraram queda de 7% em agosto deste ano em relação …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!