terça-feira 3 de agosto de 2021
Foto: Banco de Imagem
Home / NOTÍCIAS / Governo Federal vai dar capacitação profissional para cerca de 270 mil mulheres nos próximos dois anos
sábado 17 de julho de 2021 às 14:58h

Governo Federal vai dar capacitação profissional para cerca de 270 mil mulheres nos próximos dois anos

NOTÍCIAS


Objetivo do programa Qualifica Mulher é estimular ações que promovam a autonomia econômica feminina

Oferecer capacitação profissional a mulheres em situação de vulnerabilidade social e ajudá-las a empreender e ter renda. Com essa missão, o projeto-piloto Qualifica Mulher vai capacitar cerca de 270 mil brasileiras nos próximos dois anos. Para alcançar essa meta, foi assinado um acordo técnico pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos com a Associação Aliança Empreendedora, na última quinta-feira (15). A ação faz parte do projeto-piloto Qualifica Mulher.

“O projeto é uma iniciativa que vem oferecer uma resposta neste momento delicado de pandemia em que mais do que nunca precisamos estimular a força produtiva das mulheres”, afirmou a secretária Nacional de Políticas para as Mulheres do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto.

Serão 10 mil vagas para cada um dos 26 estados e o Distrito Federal. A preferência é para mulheres com renda mensal de até um salário mínimo e meio, que estejam cursando ou tenham concluído o ensino fundamental ou médio ou não tenham escolaridade. Elas vão ter acesso a cursos como: Educação financeira para mulheres empreendedoras, Inovar em tempos de crise e Empreendedoras da beleza.

O Brasil tem cerca de 9,3 milhões de mulheres empreendedoras, o que representa 34% de todos os donos de empresas formalizados no país, segundo dados de 2020 do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Mulheres capacitadas

Foi um curso de empreendedorismo do projeto-piloto Qualifica-Mulher que fez Valéria Bertini, de 38 anos, aprender como tocar um pequeno negócio. “Tinha muita vontade de fazer o curso, mas não tinha condições de pagar. Com essa oportunidade que qualifica a mulher, fiz. Eu não sabia quase nada, agora sei como diferenciar preço, não sabia como vender. Coloquei um pequeno negócio na minha residência e estava misturando contas de casa com as do negócio. Hoje tenho um pouco de experiência de como vender”, relatou.

Ao longo de 2020, o Qualifica Mulher já investiu cerca de R$ 19 milhões em atividades de capacitação e empreendedorismo promovidas pelo projeto. Com isso, foi possível atender mulheres de 13 estados e do Distrito Federal. Para este ano a previsão é de que sejam investidos cerca de R$ 17 milhões, de acordo com o ministério.

“As capacitações estão sendo realizadas por meio dos institutos federais, municípios e organizações da sociedade civil. São quase 30 mil mulheres beneficiadas em cursos relacionados às áreas de empreendedorismo, gastronomia, artesanato, hotelaria, costura, entre outros”, explicou a secretária Cristiane Britto.

Qualifica Mulher

O projeto tem três eixos de atuação: capacitação, empreendedorismo e articulação em rede. A iniciativa forma redes de parcerias com instituições públicas e privadas para colocar em prática as ações. Além dos cursos de qualificação, ocorrem atividades como oficinas de orientação profissional, de educação financeira e são disponibilizados materiais informativos.

Há pouco mais de dois anos a venezuelana Ehvis Mitchel chegou ao Brasil em busca de novas oportunidades já que a vida em seu país de origem ficou difícil em razão de problemas políticos e econômicos. Ela faz um curso de qualificação do Projeto UAI: UFU Acolhe as Imigrantes ofertado pelo projeto da Universidades Federal de Uberlândia em parceria com o Qualifica Mulher.

Após fazer o curso Higienista de Serviços de Saúde, ela considera que a qualificação vai ajudá-la a superar barreiras e ter um bom trabalho.

“Vejo nele uma nova ferramenta para entrar no mercado de trabalho”, disse. “O curso é de grande ajuda. Eu, como minhas companheiras esperamos que o curso nos permita ser parte da força de trabalho do país e podermos retribuir um pouco o que o país nos deu até agora”, relatou Ehvis Mitchel.

Veja também

Câmara de Salvador aprova Dia Municipal do Terceiro Setor

A Câmara Municipal de Salvador aprovou o Projeto de Lei n° 4/2021, que institui o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!