quarta-feira 21 de abril de 2021
Foto: Pedro França/Agência Senado
Home / DESTAQUE / Governo teme que novo auxílio emergencial seja desfigurado no Congresso
quinta-feira 11 de fevereiro de 2021 às 10:45h

Governo teme que novo auxílio emergencial seja desfigurado no Congresso

DESTAQUE, NOTÍCIAS


Um dos motivos que estão levando a mais estudos da equipe econômica para enviar uma proposta de renovação do Auxílio Emergencial é a tentativa de se evitar o que aconteceu em 2020, quando o valor do benefício proposto triplicou de tamanho e abarcou mais do que o dobro de pessoas que se imaginava no início.

Conforme publicou a revista Veja, o Ministério da Economia deseja que sejam apenas 200 reais neste novo ciclo de pagamentos e para menos pessoas. Seria um Bolsa Família anabolizado, com custo de menos de 6 bilhões de reais por mês — o orçamento do Bolsa Família deve ficar próximo de 35 bilhões de reais este ano, pouco menos de 3 bilhões de reais por mês.

No Palácio do Planalto, há quem diga que evitar isso é função da articulação política do governo e que não adiantará tentar qualquer amarra. Partidos de centro e de oposição desejam que o auxílio volte para o patamar de 600 reais. Os presidentes da Câmara e do Senado, Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (DEM-MG), pressionados, também desejam valor maior do que 200 reais. Assim, a equipe técnica está tentando encontrar algum tipo de amarra que impeça que o texto sofre tamanha alteração.

Veja também

Mais de 335 quilômetros de rodovias passarão por recuperação no oeste da Bahia

Mais de 335 quilômetros de rodovias serão recuperados pelo Governo do Estado no oeste da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!