terça-feira 27 de julho de 2021
Foto: Reprodução
Home / DESTAQUE / Guedes corta verba de Rogério Marinho, que ameaça se demitir do governo
sexta-feira 16 de julho de 2021 às 08:51h

Guedes corta verba de Rogério Marinho, que ameaça se demitir do governo

DESTAQUE, NOTÍCIAS


Recentemente, Jair Bolsonaro chamou Paulo Guedes e mandou o ministro da Economia abrir espaço no orçamento para repassar  R$ 1 bilhão a obras de Infraestrutura tocadas por Tarcísio de Freitas.

Conforme a revista Veja nesta sexta-feira (16), Guedes teve então que buscar os chamados “recursos empoçados”, o dinheiro já liberado nos ministérios, mas que ainda não foi utilizado. Onde Guedes acabou batendo? Na pasta de Rogério Marinho. Ao perceber o corte, Marinho, indignado, foi ao Planalto e, frente a frente com Luiz Eduardo Ramos, disse que entregaria o cargo se o dinheiro fosse transferido.

Depois do atrito, Marinho saiu de férias. Bolsonaro, ao saber que o dinheiro não havia sido liberado pelo ministro, mandou chamar o secretário-executivo do Desenvolvimento Regional, que despachava como interino, e ordenou que o dinheiro fosse liberado.

Como Bolsonaro ignorou a ameaça do auxiliar e Marinho continua de férias, ninguém sabe conforme a revista se o ministro vai mesmo se demitir na volta do descanso.

Veja também

Lula diz que “nova política” de Bolsonaro é “ficar refém do Centrão”

Na manhã desta segunda-feira (27) depois que o senador Ciro Nogueira (PP-PI) confirmar que será …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!