domingo 25 de julho de 2021
Governo de São Paulo inicia testes com vacina contra o novo coronavírus.
Home / NOTÍCIAS / Hospital da Rede Ebserh/MEC conduzirá na Bahia estudo para testar eficácia da terceira dose e de versão modificada da vacina da Astrazeneca
quinta-feira 15 de julho de 2021 às 17:13h

Hospital da Rede Ebserh/MEC conduzirá na Bahia estudo para testar eficácia da terceira dose e de versão modificada da vacina da Astrazeneca

NOTÍCIAS


Iniciativa foi autorizada pela Anvisa e contará com 800 participantes em todo o país

O Complexo Hospitalar Universitário Professor Edgard Santos da Universidade Federal da Bahia e administrado pela Rede Ebserh (Hupes-UFBA/Ebserh) vai conduzir, na Bahia, um estudo que testará a eficácia de uma terceira dose da vacina da Astrazeneca. A unidade ainda testará uma versão modificada da vacina que foi desenvolvida para também fornecer imunidade contra a variante Beta (B.1.351), identificada primeiro na África do Sul.

O estudo foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e contará com 800 participantes em diversos centros do Brasil, dos quais cem desses voluntários serão recrutados na Bahia. O Hupes-UFBA/Ebserh é único centro do estado a participar do estudo.

A AstraZeneca quer verificar a eficácia do imunizante, que atuaria como uma espécie de terceira dose para indivíduos que receberam anteriormente uma vacinação primária de duas doses contra a Covid-19.

Além das pessoas que tomaram as duas doses da AstraZeneca, também podem participar voluntários que tenham completado o ciclo vacinal (duas doses) com imunizantes que utilizem a tecnologia RNA mensageiro a exemplo da Pfizer e Moderna – esta última ainda sem uso no Brasil. Em ambos os casos a exigência do estudo é de que o candidato tenha completado o ciclo de imunização, qualquer que seja a vacina, há pelo menos três meses.

Já para voluntários que não tenham tomado doses de qualquer imunizante, o estudo testará também um esquema misto de duas doses ou seja, a primeira dose será da vacina já em uso e uma segunda dose da versão modificada.

Como participar

O Hupes-UFBA/Ebserh está com cadastro aberto para os interessados, no qual serão recrutados 100 candidatos na Bahia. A prioridade será dada a pessoa já vacinadas com a vacina da AstraZeneca, devido ao grande número de voluntários não vacinados em lista de espera.

O estudo será aplicado em adultos de 18 anos de idade ou mais, previamente vacinados e não vacinados para determinar a segurança e a imunogenicidade da vacina candidata. Os interessados podem entrar em contato através do e-mail [email protected]

O novo ensaio clínico será desenvolvido em sete centros de pesquisa na Bahia, Distrito Federal, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Pioneirismo – O Laboratório de Pesquisa em Infectologia (Lapi) do Hupes-UFBA/Ebserh é referência nacional. O Lapi conduz, desde o ano passado, protocolo de pesquisa utilizando a vacina da farmacêutica Jansen-Cilag, desenvolvida em parceria entre Estados Unidos e Bélgica. Atualmente, o Hupes está em fase final da fase quatro da pesquisa.

Veja também

O retiro de Luis Miranda, depois das revelações na CPI

Depois de todo o tiroteio gerado pelas denúncias de corrupção no ministério da Saúde, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!