domingo 12 de julho de 2020
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / III Fórum Nacional de Auditoria debate valor e benefícios dos Tribunais de Contas
domingo 28 de junho de 2020 às 13:33h

III Fórum Nacional de Auditoria debate valor e benefícios dos Tribunais de Contas

NOTÍCIAS


Conselheiros de Tribunais de Contas de diversos estados do país participaram, na última sexta-feira (26), do III Fórum Nacional de Auditoria com o tema “NBASP 12 – Valor e Benefícios dos Tribunais de Contas – Fazendo a Diferença na Vida dos Cidadãos” e “MQB – Manual de Quantificação dos Benefícios dos Tribunais de Contas. Com 590 inscrições e uma média de 497 pessoas online participando e interagindo, o evento teve como tema central “Como os Tribunais de Contas podem comunicar os benefícios que gera à sociedade com seus Trabalhos”.

O Fórum Nacional de Auditoria é uma iniciativa do Instituto Rui Barbosa para capacitar os servidores dos Tribunais de Contas de todo o Brasil na utilização das Normas Brasileiras de Auditoria do Setor Público (NBASP) nos seus trabalhos de fiscalização. Na abertura do evento, as entidades representativas do Controle Externo deram as boas-vindas aos participantes do evento, transmitido ao vivo por videoconferência. O conselheiro Ivan Bonilha, presidente do Instituto Rui Barbosa, ressaltou a atuação ativa e inovadora dos Tribunais de Contas e das Entidades no contexto da pandemia, incluindo a realização de capacitações e do Fórum de Auditoria.

A Atricon, representada pelo seu presidente, conselheiro Fábio Nogueira, destacou a importância dos Tribunais terem metodologia de quantificar seus benefícios e comunicar tais benefícios à sociedade, bem como destacou a importância do Fórum para disseminar a boa prática. O Conselheiro Joaquim Castro, presidente do CNPTC, agradeceu a todos e reforçou a importância dos trabalhos integrados entre as entidades.

Na abertura do evento, as entidades representativas do Controle Externo deram as boas-vindas. O Conselheiro Ivan Bonilha, presidente do IRB, ressaltou a atuação ativa e inovadora dos Tribunais de Contas e das Entidades no contexto da pandemia, incluindo a realização de capacitações e este Fórum de Auditoria.

O conselheiro Inaldo Araújo, que é vice-presidente de Ensino, Pesquisa e Extensão do Instituto Rui Barbosa (IRB), mediou as explanações do vice-presidente de Auditoria do IRB, também vice-presidente do TCE/CE, conselheiro Edilberto Pontes; do conselheiro-ouvidor do TCE/PB e presidente da Atricon, Fábio Nogueira; e do membro fiscal da Atricon, o conselheiro do TCM/RJ, Felipe Puccioni. Na avaliação do conselheiro-corregedor do TCE/BA, o Fórum de Auditoria do Instituto Rui Barbosa, são uma importante referência para o debate e para a disseminação das NBASP. “Agora, com o evento sendo transmitido pela rede mundial de computadores, vejo a possibilidade de alcançarmos um público ainda maior e mais diversificado. Nessa edição, debatemos temas essenciais para que os órgãos de controle externo saibam como devem desenvolver as melhores formas para prestar contas dos seus benefícios à sociedade brasileira”, ressaltou o conselheiro Inaldo Araújo .

O superintendente técnico da Sutec do TCE/BA, José Raimundo Bastos Aguiar, também participou do III Fórum Nacional de Auditoria.

Veja também

86% das prefeituras na Bahia falham na transparência dos gastos na pandemia

Dos 417 municípios baianos, nada menos que 359 não cumprem as exigências legais para dar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!