sexta-feira 23 de abril de 2021
Foto: Reprodução/TV Brasil
Home / DESTAQUE / Jair Bolsonaro critica lockdown: “O povo quer trabalhar”
sexta-feira 26 de fevereiro de 2021 às 16:14h

Jair Bolsonaro critica lockdown: “O povo quer trabalhar”

DESTAQUE, NOTÍCIAS


Após o crescente número de decretos de lockdown no país, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, nesta sexta-feira (26), a medida tomada por governadores de estado. Bolsonaro lembrou que uma das consequência do fechamento do comércio é a destruição de empregos.

– Aos políticos que me criticam, sugiro que façam o que eu faço. Tenho um prazer muito grande de estar no meio de vocês, [de] dizer a esses políticos, do Executivo, [que] o que eu mais ouvi por aqui é: “Presidente, eu quero trabalhar”. O povo não consegue ficar mais dentro de casa. O povo quer trabalhar. Esses que fecham tudo e destroem empregos estão na contramão daquilo que o povo quer – disse Bolsonaro, ao cumprir agenda no Ceará.

Recentemente os governadores de São Paulo, João Doria, do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, de Santa Catarina, Carlos Moisés, e da Bahia, Rui Costa, endureceram as medidas de restrições para tentar frear a pandemia. Doria determinou toque de recolher das 23h às 5h. Ibaneis ordenou lockdown na capital a partir do dia 1º de março, com confinamento total das 20h às 5h por 14 dias. Carlos Moisés suspendeu o funcionamento de serviços não essenciais das 23h desta sexta-feira (26) até as 6h de segunda-feira (1º). Costa determinou o fechamento de serviços não essenciais por 48h, contadas a partir das 17h desta sexta.

Pelo menos sete estados brasileiros estão chegando ao limite da ocupação dos seus sistemas de saúde. Nesta quinta-feira (25), o Brasil bateu recorde de mortes diárias por Covid-19, com 1.541 vítimas e mais de 250 mil mortos em um ano após a confirmação do primeiro caso da doença no país.

Veja também

Interior da Bahia ganha 50 novos juízes

O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargador Lourival Almeida Trindade, assinou conforme …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!