sábado 6 de março de 2021
Secretário Assis Silva Filho e esposa — Foto: Reprodução/Facebook
Home / JUSTIÇA / Justiça afasta secretário de Saúde após conceder vacina contra coronavírus para esposa
sábado 23 de janeiro de 2021 às 18:01h

Justiça afasta secretário de Saúde após conceder vacina contra coronavírus para esposa

JUSTIÇA, NOTÍCIAS


Secretário de Saúde de Pires do Rio, no sudeste de Goiás, Assis Silva Filho foi afastado por 60 dias do cargo, segundo informou o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO). De acordo com o órgão, a medida foi solicitada à Justiça para que ele não atrapalhe investigações em andamento sobre o fato de ele ter cedido uma dose da CoronaVac à própria esposa, mesmo sem ela fazer parte dos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização (PNI) da Covid-19.

Com poucas doses, estados restringem público-alvo definido pelo MS para 1ª etapa da vacinação
O MP-GO divulgou que a medida de afastamento foi concedida pelo juiz José dos Reis Pinheiro Lemes na sexta-feira (22). O órgão informou ainda que, durante o período em que ele estiver afastado, correrão investigações para saber se ele cometeu os crimes de abuso de autoridade e prevaricação.

O G1 tentou contato com o secretário na última sexta-feira (22) e também na manhã deste sábado (23) para pedir um posicionamento, mas as ligações não foram atendidas. A reportagem também encaminhou mensagem às 7h56 e aguarda retorno.

Em transmissão ao vivo em uma rede social, na sexta-feira, o secretário admitiu que deu uma dose da vacina contra a Covid-19 que o município de Pires do Rio recebeu à sua esposa. Durante o vídeo, ele pediu desculpas pela atitude que tomou e justificou que a fez para proteger a “mulher da vida dele”.

“Foi com intuito de resguardar e preservar a saúde e a vida da mulher da minha vida. Sou capaz de dar minha própria vida por ela”, afirmou.

Segundo o próprio secretário, a esposa dele tem mais de 70 anos e o acompanha no trabalho, visitando muitas vezes as unidades de saúde do município. No entanto, não está prevista a vacinação de pessoas idosas que não estejam institucionalizadas nesta primeira fase do programa de imunização da Covid-19. No vídeo ele não deixa claro se também recebeu uma dose de Coronavac.

Por meio de nota, a Prefeitura de Pires do Rio informou que “as devidas providências já estão sendo tomadas e que a apuração dos fatos já está sendo realizada”.

Veja também

Homem é preso no Brasil por espalhar coronavírus de propósito

Ele foi flagrado pela polícia cuspindo nas mãos e esfregando em maçanetas de carros após …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!