sábado 7 de dezembro de 2019
Prefeita de Capim Grosso Lydia Fontoura Pinheiro (PSD) e o vice-prefeito Frank Neto Oliveira Souza (PRB) / Foto: Reprodução Facebook
Home / NOTÍCIAS / Justiça Eleitoral reconsidera condenação da prefeita de Capim Grosso
sábado 23 de novembro de 2019 às 07:04h

Justiça Eleitoral reconsidera condenação da prefeita de Capim Grosso

NOTÍCIAS


A Justiça Eleitoral reconsiderou nesta última sexta-feira (22) a condenação que havia cassado o mandato da prefeita de Capim Grosso Lydia Fontoura Pinheiro (PSD) e do vice-prefeito Frank Neto Oliveira Souza (PRB). A prefeita entrou com um recurso acusando a presença de um erro material que impossibilitaria a apreciação.

Eles eram acusados pela suposta prática de compra de votos e abuso de poder econômico e político através da máquina pública municipal, uma delas com a realização da inauguração da obra de uma praça – cujo erro foi apontado pelo recurso movido pela prefeita.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) foi intimado e reconheceu a “impossibilidade processual de apreciação da ocorrência de abuso de poder político pela realização de inauguração da obra pública como evento da campanha no processo”.

Na decisão, o juiz eleitoral André de Souza Dantas Vieira disse que “verifica-se que a embargante possui razão, uma vez que, a existência de erro material no julgado embargado”. O magistrado considerou ainda que “a sentença protelada não se atentou para o fato de que há impeditivo legal para sua apreciação”.

Veja também

Oficina de boas práticas aprimora gestão na educação municipal

Secretários e técnicos dos municípios associados a Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!