domingo 11 de abril de 2021
Foto: Divulgação
Home / POLÍTICA / Maria da Penha: Kannário sugere criação de tropas para fiscalização de medidas protetivas de urgência
segunda-feira 8 de março de 2021 às 15:48h

Maria da Penha: Kannário sugere criação de tropas para fiscalização de medidas protetivas de urgência

POLÍTICA


O deputado federal Igor Kannário (Democratas) sugeriu a criação de tropas policiais para fiscalizar o cumprimento de medidas protetivas de urgência expedidas no âmbito da Lei Maria da Penha. A ideia é que vítimas de violência doméstica e familiar sob medidas protetivas tenham atendimento policial prioritário e especializado no Brasil e que essas tropas policiais façam rondas ostensivas e visitas periódicas às vítimas sob proteção.

“A Lei Maria da Penha foi um grande marco na defesa dos direitos das mulheres e as medidas protetivas de urgência são mecanismos eficientes, no entanto, essas medidas não vem sendo acompanhadas de efetiva fiscalização por parte do poder público, impondo grave perigo a essas mulheres”, argumentou Kannário.

Segundo o deputado federal, as polícias militares poderão criar tropas especializadas para fiscalização do cumprimento dessas medidas, com a realização de rondas ostensivas específicas e visitas periódicas às vítimas sob proteção.

O projeto de lei 571/2021 é inspirado na Ronda Maria da Penha, implantado em 2015 no Subúrbio Ferroviário de Salvador e depois expandido para a Bahia. “Esse projeto foi criado em 2015, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, e conta com uma tropa especializada da polícia militar para auxiliar mulheres com medidas protetivas de urgência deferidas pelo Poder Judiciário. O projeto hoje é uma referência na proteção dos direitos das mulheres e, por isso, deve servir de inspiração para um modelo de caráter nacional”, afirmou.

Veja também

Vereador Júlio Santos apresenta projeto de lei de combate ao trabalho infantil

Preocupado com a exploração da mão de obra de crianças e de adolescentes na capital …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!