sexta-feira 6 de agosto de 2021
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Médico admite que Olavo de Carvalho veio ao Brasil para tratamento
sexta-feira 9 de julho de 2021 às 14:17h

Médico admite que Olavo de Carvalho veio ao Brasil para tratamento

NOTÍCIAS


Médico responsável pelo tratamento do escritor Olavo de Carvalho, o cardiologista José Antonio Ramires admitiu à coluna de Igor Gadelha do portal Metrópoles, nesta sexta-feira (9), que o guru bolsonarista veio ao Brasil para receber atendimento médico.

O profissional da Saúde rebateu, contudo em entrevista ao colunista, as críticas, feitas por colegas médicos, de que Olavo teria conseguido uma vaga no InCor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP) de forma irregular.

“Ele viria para se consultar comigo. Meu consultório é no InCor. Como passou mal (no avião), indiquei que viesse à emergência, onde eu e outro colega o vimos e indicamos internação”, disse Ramires à coluna.

O cardiologista ressaltou que costuma adotar o mesmo procedimento, “quase diariamente, com outros casos de pacientes desconhecidos da mídia e da população”.

Críticas

Após a coluna revelar a vinda do guru bolsonarista para se tratar no Brasil, o jornal Folha de S.Paulo noticiou que médicos paulistas receberam a notícia com “indignação”.

Segundo mensagens às quais o jornal teve acesso, médicos criticaram o fato de o escritor ter dado entrada no InCor pelo SUS, sem passar pela central de regulação de leitos (Crosp) do governo paulista.

“Ele foi atendido na emergência do Incor, onde foi solicitada a internação. Portanto, seguiu todos os procedimentos habituais do ‘sistema’”, rebateu Ramires à coluna.

Como a coluna antecipou na quinta-feira (8), Olavo veio ao Brasil para tratar de uma doença na bexiga e de consequências da doença de Lyme, também conhecida como “doença do carrapato”.

Veja também

Confira os critérios e protocolos estabelecidos pelos ministérios da Educação e Saúde para retorno seguro às aulas

As recomendações seguem os protocolos atendendo condições necessárias para a segurança de alunos e profissionais …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!