sexta-feira 26 de fevereiro de 2021
Foto: Reprodução/ANP
Home / POLÍTICA / Mercado ficou ‘intrigado’ com renúncia do diretor-geral da ANP
sexta-feira 24 de janeiro de 2020 às 08:21h

Mercado ficou ‘intrigado’ com renúncia do diretor-geral da ANP

POLÍTICA


Antecipação do fim do mandato tem sido atribuída a indisposição com um ministro de Bolsonaro

O repentino anúncio da saída de Décio Oddone da diretoria-geral da ANP deixou a turma do mercado de petróleo intrigada com um detalhe: ao dizer que antecipou o fim de seu mandato, o executivo disse que fica no cargo até que um novo nome seja escolhido.

Para quem entende do riscado, esse tipo de transição não combina com uma posição tão estratégica. Avaliam que faria mais sentido que um interino assumisse logo a função.

Ainda sobre a saída do diretor-geral da ANP, há quem diga que a antecipação do fim do mandato aconteceu após uma indisposição entre ele e Paulo Guedes.

O ministro da Economia seria o principal fiador de Oddone no cargo, mas, segundo interlocutores, não estaria satisfeito com a insistência dele em relação às questões do GLP e a venda da Liquigás.

Veja também

Ciro Gomes acena para ACM Neto sobre eleições 2022 em entrevista à rádio de Salvador

Em entrevista nesta quarta-feira (24), para rádio Metrópole, o ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!