domingo 7 de junho de 2020
Home / POLÍTICA / Ministério Público e ambientalistas investigam se Ricardo Salles ficou rico à base de recursos públicos
domingo 1 de dezembro de 2019 às 17:34h

Ministério Público e ambientalistas investigam se Ricardo Salles ficou rico à base de recursos públicos

POLÍTICA


O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, está na linha de tiro das entidades ambientalistas. Depois de ter sido acusado de negligência no combate aos incêndios florestais na Amazônia e às manchas de óleo no Nordeste, agora está sendo questionado na Justiça por suspeita de enriquecimento ilícito.

Segundo a revista IstoÉ, o MP-SP apura se ele ficou rico à base de recursos públicos. A investigação foi pedida pelo promotor Ricardo Manoel Castro. Para investigar a origem de seu patrimônio, o desembargador Antonio Celso Aguiar Cortez, da 10ª Câmara de Direito Público, pediu a quebra de seus sigilos bancário e fiscal. O ministro diz nada temer. Seus bens aumentaram 335% em cinco anos.

Os bens

Em 2012, Salles declarou ter R$ 1,4 milhão – 10% de um apartamento, um carro e uma moto. Em 2018, declarou possuir R$ 8,8 milhões -2 apartamentos de R$ 3 milhões cada e R$ 2,3 milhões em aplicações. Nesse período, foi secretário do Meio Ambiente do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Veja também

Deputados querem derrubar veto em recursos para os estados

Deputados se mobilizam para derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro no trecho na lei …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!