domingo 17 de janeiro de 2021
Home / NOTÍCIAS / Movimento alcança mais de 1.000 assinaturas contra a poluição sonora em Lauro de Freitas
quarta-feira 13 de janeiro de 2021 às 13:21h

Movimento alcança mais de 1.000 assinaturas contra a poluição sonora em Lauro de Freitas

NOTÍCIAS, RMS


Projeto aprovado por vereadores motivou reação por parte da população

As denúncias e reportagens sobre a poluição sonora, ao longo de vários anos, não foram suficientes para sensibilizar os legisladores que aprovaram, em dezembro do ano passado, o Projeto de Lei (PL) nº072/2020, de autoria do vereador Roque Fagundes (PT), que propôs o aumento do nível de decibéis no município, flexibilizando a Lei 1.536, vigente desde 2014.

O projeto aprovado não só amplia o limite de decibéis como também o horário definido para o nível máximo de ruído.

Em sua justificativa o vereador alegou que a Lei 1.536/2014 está em “…descompasso em relação a outras legislações municipais semelhantes, notadamente aquelas atualmente vigentes em cidades limítrofes a Lauro de Freitas…”.

Assim que tomaram conhecimento do projeto, associações de moradores, representantes de condomínios e lideranças de diversos segmentos utilizaram as redes sociais para alertar a população, protocolando na Câmara de Vereadores, uma carta assinada por 26 entidades. O documento solicitava a retirada do PL da pauta para ser debatido antes de votado porém o pedido foi ignorado pelos edis.

Embora até o momento a prefeita Moema Gramacho não tenha sancionado o projeto, a grande repercussão acabou reunindo um bom número de manifestações contra a poluição sonora e uma nota de repúdio passou a circular nas redes sociais com críticas ao “PL do barulho”, como já foi batizado o projeto.

Moradores, estudantes, trabalhadores e visitantes do município de Lauro de Freitas reclamam que o poder público não tem priorizado soluções para o problema da poluição sonora e que o PL aprovado agravará, ainda mais, os abusos cometidos por estabelecimentos comerciais, residências, veículos e outras fontes de barulho.

Caso o PL072/2020 seja sancionado, há grandes chances de a celeuma ir parar na justiça.

Abaixo-assinado e centenas de depoimentos

Iniciado há 4 dias, um abaixo-assinado on-line já reuniu mais de 1.000 assinaturas contrárias a poluição sonora além de centenas de depoimentos com relatos de abusos e ausência de fiscalização por parte dos poderes públicos.

Acompanhe alguns dos depoimentos:

Daniela Machado Carapiá
O direito de um termina quando o começa o direito do outro. Sons altos prejudicam o nosso direito de paz e sossego.

Regina Célia Gama
Minha vizinhança é barulhenta e estão alugando casas para paredões e festas.

Fabio Barra
Respeito ao direito ao silêncio, especialmente quando existem, velhinhos acamados, crianças recém-nascidas, animais, e pessoas que trabalham e precisam do descanso.

Edineia Borges
Sofro com barulho de som alto todos os dias. Os vizinhos alugam suas chácaras para eventos e o som alto na madrugada inteira me deixa doente e sem dormir.

William Manoel de brito
Estou assinando porque não aguento mais meus vizinhos colocam som alto a qualquer dia e hora sem respeito.

Ivani Teles
Concordo. O Poder Público precisa coibir a poluição sonora que invade os finais de semana, em Lauro. Precisamos respeitar a vivência coletiva.

Luiz Santos
É uma vergonha o desrespeito ao civismo. As autoridades desta cidade ainda vivem na IDADE MÉDIA!

Salete Coterli
Estou assinando esta petição porque a poluição sonora é muito prejudicial a saúde

Rodrigo Vasconcelos
Estou assinando pois sei muito bem como é vivenciar essa situação com som alto e desrespeito. Moro com idosos e que estão doentes e certos vizinhos não respeitam os decibéis, horários e dias permitidos.

Janete Da Cruz Santos
Moro em Itinga, precisamente no Jardim Centenário, e a poluição sonora do bairro é alarmante.
A polícia está na minha rua com uma frequência muito grande.
A CIMU, registra a queixa, mas a Settop nunca chega quando pedimos Socorro.

Luiz Renato Ludwig
Tem havido exageros e de madrugada os festeiros não respeitam o silêncio durante seu deslocamento de chegada ou saída do evento.

Luis Cláudio Vilas Boas Colonezi
Estou revoltado pois não estou tendo sossego muito barulho.

Anete Pardo
Para garantir qualidade de vida.
Algumas casas de shows, academias, igrejas para atender seus interesses próprios não respeitam a vizinhança.

Regina Célia Gama
Minha vizinhança é barulhenta e estão alugando casas para paredões e festas

Delfim Vilan
Não aguento mais o sistemático desrespeito à lei do silêncio.

Ananias Viriato Santos Filho
Estou assinando, porque vejo o sofrimento dos animais e de pessoas que moram próximas às bares q usam sons altos!

Ana Consuelo Moraes
Por que tenho animais e sei que eles sofrem. Tenho um idoso em casa, e sei como incomoda. Conheço famílias que tem autista em casa e sei do resultado de barulho próximo a eles.

Giancarlo Smith Silva
Tão importante quanto a lei é a sua efetiva fiscalização.

Para participar do abaixo-assinado on-line clique no link: http://chng.it/JHMSXjwk

Entre em contato com o movimento Chega de Poluição Sonora em Lauro de Freitas através do e-mail: [email protected]

Algumas das entidades e movimentos que assinaram a carta solicitando debate antes da votação do PL072/2020:

    • AMA – Associação de Moradores do Aracuí
    • AMI IPITANGA- Associação Amigos e Moradores de Ipitanga
    • AMOM – Associação dos Moradores do Miragem
    • AMOVA – Associação de Moradores de Vilas do Atlântico
    • AMSIQ – Associação de Moradores e Sitiantes de Quingoma.
    • AMUP – Associação de Moradores Unidos da Pitangueiras
    • ASMEB – Associação dos Moradores e Empresários de Buraquinho
    • Associação Cultural e Religiosa Sítio de Paz
    • Associação Instituto Você Mulher
    • ATiTude CelesTina
    • Condomínio Pedras do Rio
    • Condomínio Portão do Atlântico
    • Federação Brasileira Cidadania
    • GT da Região Marítima de Lauro de Freitas
    • Loja Maçônica União e Sabedoria
    • Movimento Cidadania Ativa de Lauro de Freitas
    • Movimento Cidade Bicicleta
    • Movimento ODSejo
    • OSCIP RIO LIMPO
    • Projeto Bem-estar
    • Projeto Cultural Gávea
    • Rede de Apoio às Mulheres
    • REMCA – Rede de Mobilização pela Causa Animal
    • SALVA – Sociedade Amigos do Loteamento Vilas do Atlântico
    • UNIMB – União de Moradores e Empresários de Buraquinho
    • Villa Sênior Residência para Idosos

Veja também

Pelas contas de Rodrigo Maia…

Segundo a coluna de Lauro Jardim, pelas contas de Rodrigo Maia, a disputa pela presidência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!