sábado 4 de julho de 2020
Foto: Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Mulher de Queiroz avalia fazer delação premiada antes de se entregar
terça-feira 30 de junho de 2020 às 06:26h

Mulher de Queiroz avalia fazer delação premiada antes de se entregar

NOTÍCIAS


Foragida desde o dia 18 de junho, quando teve sua prisão preventiva decretada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro, Márcia Oliveira de Aguiar, mulher de Fabrício Queiroz, teria procurado dois escritórios de advocacia para avaliar uma possível delação premiada. A informação é do Valor Econômico.

A mulher do ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) estaria disposta a contar o que sabe sobre o esquema de “rachadinha” que acontecia no gabinete do filho do presidente na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) quando ele era deputado, segundo o Catraca Livre.

Prisão de Queiroz

Fabrício Queiroz foi preso no último dia 18 de junho em uma casa em Atibaia, no interior de São Paulo. O imóvel pertence a Frederick Wassef, ex-advogado do senador Flávio Bolsonaro.

A prisão de Queiroz foi decretada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro na investigação do esquema da “rachadinha”.

De acordo com relatório do antigo Coaf (Conselho de Atividades Financeiras ), Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada “atípica”, enquanto trabalhava para o filho para Flávio Bolsonaro na época em que ele era deputado estadual no Rio. Ele foi exonerado no final de 2018.

Veja também

Sergio Moro critica Augusto Aras e teme ‘revisionismo’ da Lava Jato

x-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro criticou ontem manifestações do procurador-geral da República, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!