domingo 1 de agosto de 2021
Foto: Reprodução/RedeTV!
Home / NOTÍCIAS / Mulher pede socorro em guardanapo após sofrer assédio e quase ser drogada pelo chefe
quinta-feira 3 de junho de 2021 às 18:20h

Mulher pede socorro em guardanapo após sofrer assédio e quase ser drogada pelo chefe

NOTÍCIAS


Uma jovem de 19 anos, funcionária de uma lanchonete na cidade de Chapecó, em Santa Catarina, utilizou o guardanapo de um lanche para pedir socorro na última sexta-feira (28). O pedido de ajuda foi realizado após ser assediada pelo dono da lanchonete em que trabalhava. A informação é da Rede TV.

Segundo a Guarda Municipal, uma equipe foi abordada por um casal, que informou ter recebido um bilhete junto ao lanche que pediram via delivery.

Após a denúncia a guarnição municipal foi ao estabelecimento e localizaram a suposta vítima. De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Chapecó, Roger Lima, a vítima relatou que dois dias antes já havia ocorrido a situação, “como forma de pedir socorro ela enviou o bilhete,” declarou Lima.

No bilhete enviado estava escrito: “Por favor, chame a polícia nesse endereço. Meu chefe está me assediando e está tentando me drogar. Sou cozinheira. Por favor, não é brincadeira”

Em conversa com a GMC, ela relatou que seu chefe havia oferecido drogas e teria passado a mão em suas pernas e pescoço. Ainda segundo a vítima, ele teria oferecido R$ 150 para os dois manterem relações sexuais, a agarrou e tentando leva-lá para o quarto, mas ela conseguiu se soltar.

A jovem disse que o homem ofereceu um copo de vinho com refrigerante, que segundo ela, possuia um produto branco.

A Guarda Municpal realizou buscas no local e encontrou duas buchas contendo substância semelhante a cocaína.

A vítima e o suspeito foram conduzidos até a Central de Plantão Policial, e a Polícia Civil abriu inquérito para apurar e investigar os fatos.

Veja também

Francesa é condenada por vender certificados de vacinação falsos

Uma funcionária da Previdência Social da França foi condenada a 18 meses de prisão, dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!