quarta-feira 21 de outubro de 2020
Home / CURIOSIDADES / O sobe e desce dos bilionários que já estiveram no Top 10 da Forbes Brasil
quinta-feira 24 de setembro de 2020 às 14:01h

O sobe e desce dos bilionários que já estiveram no Top 10 da Forbes Brasil

CURIOSIDADES, NOTÍCIAS


A primeira edição impressa da revista Forbes Brasil e da lista de bilionários do país foi publicada em agosto de 2012. De lá para cá, em nove edições do ranking, 31 nomes já fizeram parte do top 10 dos brasileiros mais ricos.

A estreia da versão brasileira da lista, trouxe Eike Batista como o maior bilionário do país, com fortuna avaliada em R$ 30,26 bilhões, seguido por Jorge Paulo Lemann, com R$ 29,30 bilhões, e Joseph Safra, com R$ 25,97 bilhões.

No ano seguinte, em 2013, Eike Batista caiu da primeira para a 52ª posição da lista e sua fortuna foi estimada em R$ 2,95 bilhões, recorde de perda patrimonial. O tombo de Eike aconteceu após o derretimento dos preços das ações de suas seis companhias, motivado pela desconfiança diante do sério endividamento do grupo, com rumores de um calote milionário. Em 2014, Batista, cuja fortuna tinha principal origem em petróleo e mineração, já não fazia mais parte do grupo de bilionários brasileiros.

Na crista da onda

Entre o sobe e desce das listas de bilionários, Joseph Safra e Jorge Paulo Lemann sempre estiveram no pódio quando o assunto é fortuna

Com a queda de Eike, o posto de maior bilionário brasileiro foi ocupado entre 2013 e 2019 pelo discreto Jorge Paulo Lemann, cuja fortuna atual está ligada ao fundo de investimentos 3G Capital, à empresa de bebidas Ambev e à multinacional Restaurant Brands International. Nas sete edições do ranking dos bilionários em que Lemann esteve na dianteira, sua fortuna cresceu de R$ 38,24 bilhões em 2013 para R$ 104,71 bilhões em 2019.

A novidade da lista de 2020, traz, pela primeira vez em sete edições, a queda de Jorge Paulo Lemann para a segunda posição, após a desvalorização de 11% em seu patrimônio, para R$ 91 bilhões. A derrapada aconteceu com a tentativa de formar um império no setor de alimentos, por meio do fundo 3G Capital, com a fusão entre a Kraft Foods e a Heinz. O negócio não foi tão bem quanto o esperado e, em setembro do ano passado, o fundo de investimentos anunciou redução de 9% na participação do negócio, com a venda de 25 milhões de ações (R$ 713 milhões). Outro fator relevante foi o impacto da pandemia de Covid-19 nos negócios da fabricante de bebidas AB-InBev, cujo lucro líquido caiu 56% no primeiro trimestre de 2020.

O bastão de mais rico do Brasil foi passado para o libanês naturalizado brasileiro Joseph Safra, do Banco Safra, que também é o banqueiro mais rico do planeta. A fortuna do maior bilionário do Brasil de 2020 está avaliada em R$ 119,08 bilhões. Safra também possui investimentos no setor imobiliário e, junto ao também bilionário José Cutrale, é dono da Chiquita Brands, líder na produção de bananas no mundo.

Entre o sobe e desce das listas de bilionários, Joseph Safra e Jorge Paulo Lemann sempre estiveram no pódio quando o assunto é fortuna. Os dois nunca estiveram fora do top 3 de bilionários do Brasil.

Os quatro mosqueteiros

Jorge Paulo Lemann, Joseph Safra, Marcel Herrmann Telles e Carlos Alberto Sicupira nunca estiveram fora da relação dos 10 mais ricos do país

Junto a Safra e Lemann, Carlos Alberto da Veiga Sicupira e Marcel Herrmann Telles formam o quarteto de ouro das listas brasileiras: os quatro nunca estiveram fora da relação dos 10 mais ricos do país, desde que o levantamento das maiores fortunas é feito pela Forbes Brasil. Telles e Sicupira são sócios da 3G Capital e fundadores da Ambev, ao lado de Jorge Paulo Lemann. Em 2012, a fortuna de Telles e Sicupira era de R$ 13,43 bilhões e R$ 11,87 bilhões, respectivamente. No ano de 2020, o patrimônio de ambos saltou para R$ 54,08 bilhões e R$ 42,64 bilhões.

Poderosas

Maria Consuelo Saraiva Leão Dias Branco e Luiza Helena Trajano são as únicas mulheres que já fizeram parte do top 10 da lista de bilionários brasileiros

Em nove edições da lista de bilionários brasileiros, apenas duas mulheres, em momentos distintos, estiveram entre as dez pessoas mais ricas do país.

Em 2017, a cearense Maria Consuelo Saraiva Leão Dias Branco ocupou a 6ª posição do ranking de bilionários da Forbes, após a morte de seu marido, Francisco Ivens de Sá Dias Branco, que esteve no top 10 da lista de 2012 a 2014. A fortuna de Maria no ano de sua estreia entre os mais ricos do país foi avaliada em R$ 13,5 bilhões. Na relação de bilionários de 2020, Maria aparece na 81ª posição, com patrimônio estimado em R$ 6,05 bilhões. Maria é presidente do conselho de administração da empresa de alimentos M. Dias Branco e sua família também é proprietária de imóveis no Ceará.

Na lista deste ano, a novidade é Luiza Helena Trajano na 8ª posição. A bilionária do Magazine Luiza, que também detém o título de mulher mais rica do Brasil, possui fortuna avaliada em R$ 24 bilhões. Em 2019, Luiza estava na 24ª posição da lista de bilionários, com patrimônio de R$ 10,34 bilhões. Na época, Miriam Voigt, da indústria catarinense de motores elétricos WEG, detinha o título de mulher mais rica do Brasil, na 22ª posição, com R$ 10,78 bilhões de fortuna. Em maio deste ano, o Magazine Luiza bateu R$ 100 bilhões em valor de mercado e se tornou um case de inovação no e-commerce do país. Em 2019, a companhia comprou a Netshoes por R$ 115 milhões e, neste ano, adquiriu mais três plataformas de mídia online. As ações do Magalu subiram quase 120% no ano passado e a fortuna de Luiza Trajano evolui 181% desde então.

Outras famílias e nomes conhecidos também já fizeram ou fazem parte constantemente do topo da lista Forbes. Entre eles estão o clã Moreira Salles, com fortunas oriundas do setor bancário, os Marinho, filhos de Roberto Marinho e controladores da Rede Globo, e o cofundador brasileiro do Facebook, Eduardo Saverin.

Em sua primeira edição, a lista de bilionários brasileiros da Forbes contabilizou 74 bilionários. Hoje, oito anos depois, o Brasil conta com 238 nomes com fortunas de mais de 10 dígitos.

Veja, na galeria de imagens a seguir, o top 10 das 9 edições da lista de bilionários brasileiros da Forbes:

  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes
  • Forbes

2012

1º. Jorge Paulo Lemann
Fortuna: R$49,85 bilhões

2º. Joseph Safra
Fortuna: R$ 35,98 bilhões

3º. Marcel Herrmann Telles
Fortuna: R$ 25,58 bilhões

4º. Carlos Alberto Sicupira
Fortuna: R$ 22,3 bilhões

5º. Roberto Irineu Marinho
Fortuna: R$ 15,93 bilhões

6º. João Roberto Marinho
Fortuna: R$ 15,86 bilhões

6º. José Roberto Marinho
Fortuna: R$ 15,86 bilhões

8º. Marcelo Bahia Odebrecht & família
Fortuna: R$ 14 bilhões

9º. José Batista Sobrinho & família
Fortuna: R$ 11,92 bilhões

10º. Francisco Ivens de Sá Dias Branco
Fortuna: R$ 10,99 bilhões

Veja também

Procuradoria eleitoral de olho em outdoors pró-Bolsonaro em Salvador

Segundo nota publicada pela coluna de Lauro Jardim, o vice-procurador-geral eleitoral, Renato Brill de Góes, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!