segunda-feira 26 de julho de 2021
Foto: Arquivo/Reprodução
Home / NOTÍCIAS / Perfil de Bolsonaro atribui nova internação à facada: ‘Mais um desafio’
quarta-feira 14 de julho de 2021 às 16:13h

Perfil de Bolsonaro atribui nova internação à facada: ‘Mais um desafio’

NOTÍCIAS


O perfil de Jair Bolsonaro em uma rede social atribuiu a nova internação do presidente, diagnosticado com uma obstrução intestinal, ao ataque à faca sofrido em 2018, ainda durante a campanha eleitoral, e definiu o momento como “mais um desafio”. Conforme o portal UOL, a sequência de postagens foi publicada por volta das 16h, logo depois da última nota divulgada pelo Palácio do Planalto sobre o estado de saúde de Bolsonaro.

“Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL [Adélio Bispo], braço esquerdo do PT, para impedir a vitória de milhões de brasileiros que queriam mudanças para o Brasil. Um atentado cruel não só contra mim, mas contra a nossa democracia”, escreveu o perfil do presidente no Twitter. .

“Por Deus, nos foi dada uma nova oportunidade. Uma oportunidade para enfim colocarmos o Brasil no caminho da prosperidade. E mesmo com todas as adversidades, inclusive uma pandemia que levou muito de nossos irmãos no Brasil e no mundo, continuamos seguindo por este caminho”.

.Jair Bolsonaro, em uma rede social

A sequência de postagens ainda agradece aos seguidores pelo apoio e pelas orações, acrescentando que “é isso que nos motiva a seguir em frente” e enfrentar tudo que for preciso para tirar o Brasil das “garras” da corrupção, da inversão de valores e do crime organizado.

“Peço a cada um que está lendo essa mensagem que jamais desista das nossas cores, dos nossos valores! Temos riquezas e um povo maravilhoso que nenhum país no mundo tem. Com honestidade, com honra e com Deus no coração é possível mudar a realidade do nosso Brasil. Assim seguirei!”, conclui.

Veja também

O retiro de Luis Miranda, depois das revelações na CPI

Depois de todo o tiroteio gerado pelas denúncias de corrupção no ministério da Saúde, o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!