quarta-feira 16 de junho de 2021
O presidente do STF, Dias Toffoli - Foto: Divulgação
Home / DESTAQUE / Polícia Federal pede ao STF abertura de inquérito para investigar suspeita de pagamentos a Toffoli por venda de decisões
terça-feira 11 de maio de 2021 às 18:25h

Polícia Federal pede ao STF abertura de inquérito para investigar suspeita de pagamentos a Toffoli por venda de decisões

DESTAQUE, JUSTIÇA, NOTÍCIAS


O pedido tem como base o acordo de colaboração premiada feito pelo ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que afirma que Toffoli recebeu R$ 4 milhões para favorecer dois prefeitos fluminenses em processos que tramitavam no TSE. Os pagamentos teriam sido realizados nos anos de 2014 e 2015 e eram operacionalizados por Hudson Braga, ex-secretário de Obras do Rio de Janeiro.

De acordo com Cabral, os repasses seriam feitos através do escritório da mulher de Toffoli, a advogada Roberta Rangel. O material foi enviado ao relator do caso, ministro Edson Fachin, que já encaminhou para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar.

Esta é a primeira vez na história que a Polícia Federal pede ao Supremo Tribunal Federal uma apuração que envolve um ministro da própria corte. Através de sua assessoria, Toffoli afirmou não ter conhecimento dos fatos mencionados e que jamais recebeu os supostos valores ilegais, assim como também jamais atuou para favorecer qualquer pessoa no exercício de suas funções.

Veja também

Partidos de centro se reúnem sobre candidatura única descartando Lula e Bolsonaro

Presidentes de PSDB, DEM, PV, Cidadania e Podemos se reuniram nesta quarta-feira para discutir uma …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!