quarta-feira 16 de junho de 2021
Foto: Reprodução
Home / CURIOSIDADES / Por que Elon Musk é o CEO mais bem pago da atualidade, mas não aparece nas listas
quinta-feira 6 de maio de 2021 às 12:42h

Por que Elon Musk é o CEO mais bem pago da atualidade, mas não aparece nas listas

CURIOSIDADES, NOTÍCIAS


Há um nome que você não encontrará nas várias listas dos CEOs mais bem pagos de 2020: Elon Musk. Ainda assim, segundo cálculos da Forbes, ele é o presidente-executivo mais bem remunerado da atualidade.

Musk recebeu segundo a Forbes, cerca de US$ 11 bilhões no ano passado de salário, tudo em ações da Tesla concedidas a ele como parte do audacioso plano de remuneração assinado em 2018. Essa negociação, avaliada em US$ 2,3 bilhões quando apresentada pela primeira vez, tinha um prazo de dez anos para ser concluída, mas só começou no ano passado.

Os prêmios em ações detalhados no plano de 2018 foram baseados em marcos de capitalização a serem atingidos pela montadora de carros elétricos, além de receita ou Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização. Ao todo, o pacote de remuneração dá ao bilionário o direito de comprar 101,2 milhões de ações da Tesla a um preço ajustado pelo desdobramento de US$ 70 por papel. (As ações da Tesla atualmente são negociadas a US$ 670 cada.) A negociação está dividida em 12 tranches, e cada uma delas só pode ser desbloqueada quando a Tesla registrar determinados objetivos.

As primeiras quatro parcelas foram destravadas em 2020, quando a Tesla atingiu vários marcos de capitalização de mercado e operacionais, e seu estoque aumentou sete vezes, impulsionando a fortuna de Musk astronomicamente. O CEO da montadora é, agora, a terceira pessoa mais rica do planeta, com um patrimônio líquido estimado em US$ 165,7 bilhões em 5 de maio de 2021 – um grande salto em relação aos US$ 24,6 bilhões que ele detinha em meados de março de 2020.

Os marcos de capitalização de mercado estipulados no plano de remuneração se baseiam na última média mensal, começando em US$ 100 bilhões e aumentando em incrementos de US$ 50 bilhões depois disso. Mas a Tesla estourou e atingiu uma avaliação de US$ 650 bilhões no final de 2020. Além disso, uma das métricas financeiras – seja a receita ou o crescimento do Ebitda ajustado – deve ser atingida a cada trimestre. A Tesla conquistou quatro dessas metas no final do ano passado, atingindo US$ 20 bilhões em receita anualizada e aumentando o Ebitda ajustado de menos de US$ 1,5 bilhão para US$ 4,5 bilhões em uma base anualizada.

Cada tranche dá a Musk o direito de comprar 8,4 milhões de ações da Tesla. No ano passado, o bilionário recebeu um pagamento total em ações de US$ 13,3 bilhões, segundo estimativas da Forbes. Para descobrir o valor desses diferentes prêmios em ações, usamos o preço dos papéis da montadora no momento mais próximo a cada tranche. Considerando o valor líquido, chegamos à conclusão que US$ 11 bilhões foram adicionados à fortuna de Musk – o que o coloca bem acima de Chad Ridh, CEO da Paycom, que recebeu US$ 211 milhões, e de Amir Dan Rubin, CEO da 1Life Healthcare, que liderou a maior parte das listas de ganhos em 2020.

Há uma ressalva, no entanto. Musk deve deter as ações da Tesla recentemente concedidas por cinco anos, de acordo com os registros. Então, embora ele tenha o direito de exercer um total de 33,77 milhões de opções de seus prêmios de 2020, ele não pode vendê-las imediatamente.

Embora essa possa ser uma das razões pelas quais ele não aparece nas listas de CEOs mais bem pagos, os especialistas também apontam que a maioria das análises de remuneração de executivos se concentra na data de concessão das ações, em vez de quando elas são adquiridas.

Muito disso está relacionado ao fato de como as empresas são obrigadas a divulgar a remuneração dos executivos à Securities and Exchange Commission (SEC). “A grande maioria das listas de CEOs mais bem pagos obtém dados diretamente dos arquivos de remuneração das empresas ano a ano”, explica Jannice Koors, diretora da consultoria Pearl Meyer.

Prêmios em ações, normalmente, são divulgados apenas no ano em que são concedidos. “Então, quando você tem uma empresa que faz o que chamamos de ‘mega grant’, que engloba vários anos, você terá altos e baixos nas divulgações, já que o ano da concessão mostrará uma grande número, enquanto os anos seguintes não trará essa informação”, diz Jannice.

A Forbes analisou os arquivos da Tesla e usou as datas de aquisição para avaliar as respectivas tranches de 2020: 28 de maio, 24 de julho, 30 de setembro e 31 de dezembro.

Desde o início de 2021, a Tesla continuou a atingir novos marcos, especialmente após a explosão dos lucros do primeiro trimestre, o que deu a Musk o direito de desbloquear mais duas parcelas de seu pacote de remuneração, o equivalente a 16,9 milhões de ações – assim que o conselho da companhia aprovar. As seis parcelas a que ele já teve direito até agora totalizam cerca de 50,6 milhões de ações (ou US$ 33,9 bilhões no valor atual do ativo). Ao todo, o pacote de remuneração de 101,2 milhões de ações valeria cerca de US$ 67,9 bilhões em números atuais.

Veja também

Prefeito de Canavieiras é punido por contratação irregular de pessoal

Na sessão desta quarta-feira (16), realizada por meio eletrônico, os conselheiros e auditores da 2ª …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!